Home > Victória Girotto

WhatsApp como ferramenta de trabalho? É possível, com alguma organização

Especialista em carreira dá dicas para utilizar o mensageiro no ambiente corporativo. Bom senso é, sempre, o mais indicado

Da Redação

18/06/2019 às 8h00

Foto: Shutterstock

O WhatsApp está na lista dos aplicativos com maior índice de crescimento dos últimos anos. Só no Brasil, são mais de 120 milhões de usuários ativos - mais da metade da população do País. Sendo este o serviço de comunicação mais usado, ultrapassando até o tradicional e-mail, a ferramenta chegou também no ambiente corporativo. E, se um dia ele foi proibido durante a jornada de trabalho, hoje é usado até mesmo em conversas com clientes, fechamentos de negócios e até grupos de empresas.

“É certo que o WhatsApp facilita e até aprimora muitas atividades, mas para que dê certo, é preciso utilizar a tecnologia a favor da produtividade", lembra Janaina Manfredini, coach da Effecta Coaching. "A sua empresa tem um grupo para discutir as questões de trabalho? Como ele é utilizado? Quais são as informações compartilhadas? Saiba que essas questões são fundamentais influenciadoras dos resultados”, complementa.

A questão levanta muitas dúvidas. Pensando nisso, Janaina destaca três dicas para empresas levarem em consideração quando utilizarem o WhatsApp.

Faça um filtro do que é enviado

O seu grupo empresarial de WhatsApp vive lotado de mensagens? Se a resposta for sim, o que é comum, saiba que na maioria das vezes as pessoas não leem o que foi dito e as informações acabam se perdendo. Analise você mesmo, quantas mensagens já deixou passar despercebidas? O exagero de conteúdo que não interessa ao grupo inteiro faz com que as pessoas percam o interesse e deixem de acompanhar o que é falado, e isso atrapalha muito a comunicação da organização, já que parte dessas mensagens poderia ser de importância para todos.

Use o privado

Envie no privado tudo que não for para todos. As pessoas tendem a se iludir e achar que publicar o dia todo no grupo faz parecer que está trabalhando, entenda que isso não mostra nada. Além disso, temos a síndrome de querer passar a imagem de querido, muito comum nos aniversários, são 15, 20, 150 mensagens de parabéns no grupo de trabalho. Não faça isso. Desejar os parabéns é legal, deixa o ambiente de trabalho mais agradável e o relacionamento melhor, mas atulhar o grupo com as felicitações traz muitas chances de uma informação do trabalho ser deixada de lado. Use o privado.

Cuidado com os horários

Se você envia uma mensagem depois do horário de trabalho, ela precisa ser muito importante e essencial para aquele horário. Muitas pessoas vão enviando suas ideias na hora para não esquecer, isso é preguiça de anotar em um papel ou bloco de notas. Fora do horário de trabalho é o momento das pessoas de recarregar para o próximo dia, sem recarga perdemos produtividade e não queremos isso.

Para a especialista, as dicas contribuem para uma maior produtividade, que deve ser preservada pois melhora os resultados da empresa, e muito mais que isso, melhora o sentimento de realização, competência a relevância do profissional. Isso também é recarga de energia para os próximos desafios.

 

Junte-se a nós e receba nossas melhores histórias de tecnologia. Newsletter Newsletter por e-mail