Fazer login no IT Mídia Redefinir senha
Bem-vindo de volta,
Digite seu e-mail e clique em enviar
Ainda não tem uma conta? Cadastre-se
Salvar em Nova pasta de favoritos

+

Criar pasta
Salvar Escolher Pasta
União estável homoafetiva é realizada, pela primeira vez, com tecnologia blockchain
Home > Tendências

União estável homoafetiva é realizada, pela primeira vez, com tecnologia blockchain

No Rio de Janeiro, solução da IBM oficializou a união de um defensor público e um oficial da Força Aérea Brasileira

Da Redação

17/12/2019 às 14h22

Foto: Shutterstock

A IBM anunciou nessa segunda-feira (16) a primeira oficialização de união estável registrada por tecnologia blockchain no Brasil. Segundo informações da IBM, o processo foi realizado pela rede Notary Ledgers da Growth Tech, startup especialista em serviços cartoriais digitais, utilizando o IBM Blockchain Platform.

Registrada pelo 15º Oficio de Notas do Rio de Janeiro, a união entre o defensor público Diego Vale e o médico tenente da Força Aérea Brasileira, Guilherme Mesquita, foi um feito inédito no Brasil. Durante a cerimônia, a certidão foi disponibilizada em apenas 20 minutos a partir da plataforma virtual. Para isso, foi criada a identidade digital do casal na rede e respondido um questionário para a geração automática da certidão.

“Foi tudo prático e rápido, só precisamos fornecer dados e levar o documento de identificação no dia. A vantagem maior é que o certificado digital é um mecanismo que aumenta a confiança do processo, e que também é possível a verificação de autenticidade online”, declarou Guilherme Mesquita.

Segundo o noivo, a solução é um marco importante para a otimização dos processos burocráticos brasileiros. Hugo Pierre, CEO e fundador da Growth Tech, afirma que a união mostra que a tecnologia blockchain é viável para diversas operações.

"Precisamos urgentemente somar esforços para que esse modus operandi seja adotado em todo o Brasil", afirmou o executivo. Carlos Henrique Duarte, Líder de Serviços de Consultoria para Blockchain na IBM América Latina, concorda, dizendo que “esse registro é mais um indício de que o Blockchain vem ganhando bastante relevância no Brasil, atingindo diferentes segmentos, além de transformar significativamente a maneira como as empresas e os cidadãos se relacionam”.

Vai um cookie?

A CIO usa cookies para personalizar conteúdo e anúncios, para melhorar sua experiência em nosso site. Ao continuar, você aceitará o uso. Para mais detalhes veja nossa Política de Privacidade.

Este anúncio desaparecerá em:

Fechar anúncio

15