Fazer login no IT Mídia Redefinir senha
Bem-vindo de volta,
Digite seu e-mail e clique em enviar
Ainda não tem uma conta? Cadastre-se
Salvar em Nova pasta de favoritos

+

Criar pasta
Salvar Escolher Pasta
Transformação digital: passos fundamentais para evitar falhas no processo
Home > Tendências

Transformação digital: passos fundamentais para evitar falhas no processo

Por ser essencial para a sobrevivência dos negócios, avalanche de inovação corre o risco de iniciar repentinamente sem a devida estratégia prévia

Por André Abreu*

12/08/2021 às 16h01

Foto: Shutterstock

As empresas têm se preocupado cada vez mais com a transformação digital. Porém, alcançar a maturidade para essa ação, nem sempre é tão simples quanto parece. Cerca de 70% dos processos de transformação digital falham, um número alarmante diante da importância desse assunto no atual mundo dos negócios.

Um dos principais motivos para isso é a falta de um plano estratégico que, muitas vezes, pode contar com parceiros de dentro ou fora da companhia. Em qualquer ciclo de planejamento de um projeto, o início é a definição dos objetivos. E com a jornada de digitalização não é diferente.

Por ser muito ampla e essencial para a sobrevivência dos negócios, essa avalanche de inovação corre o risco de iniciar repentinamente sem a devida estratégia prévia e é aí que mora o perigo. Muitas empresas afirmam sentir dificuldade de ter um monitoramento eficaz do progresso dessa transformação em direção aos resultados esperados. Porém, ao tentar fazer esse acompanhamento, percebe-se que a maioria delas não tinha uma definição clara de quais as reais expectativas da companhia ao iniciar sua trajetória rumo ao digital.

Outro erro bastante comum é a empresa não definir o board do negócio. As organizações tradicionais que iniciam seus processos de forma segregada - sem a colaboração de todas as áreas - tendem a ter problemas durante e após sua conclusão. Isso porque o comprometimento da liderança e stakeholders é essencial para a mudança de cultura da empresa, que precisa iniciar dos tomadores de decisões até atingir todas as pessoas colaboradoras.

Além disso, as empresas não podem perder de vista seu maior ativo: o cliente. A jornada de compra deixou de ser linear e passou a ter inúmeros pontos de contato. Isso significa que as empresas precisam garantir uma boa experiência, independentemente do canal. E é aí que entram as estratégias omnichannel, que passam a ter o consumidor como ponto de partida, o famoso conceito de Customer Centric, para qualquer tomada de decisão: orientando produto, preço e comunicação em favor dele.

Uma transformação completa não acontece da noite para o dia. Por isso, é preciso levantar uma equipe responsável, que esteja devidamente capacitada para analisar, mitigar todos os riscos para dar início ao plano de ação. Também é necessário ter em mente que isso precisa ser uma mudança completa, que acontece de dentro para fora, e não ao contrário.

Não basta passar a imagem de uma empresa inovadora. É ideal verificar se existe a necessidade de mexer no modelo de negócio ou fazer adaptações nele. Adotar uma cultura a favor da inovação é importante e garante que os negócios mantenham seu produto relevante na nova economia.

Por mais complexa que possa parecer, a transformação digital é um caminho sem volta para as empresas que dependem desse importante passo para terem destaque no mercado cada vez mais competitivo. Mas, ela precisa ter suas bases bem edificadas para garantir que esse processo desafiador gere bons resultados a médio e longo prazo!

*André Abreu é cofundador e CEO da BossaBox

Vai um cookie?

A CIO usa cookies para personalizar conteúdo e anúncios, para melhorar sua experiência em nosso site. Ao continuar, você aceitará o uso. Para mais detalhes veja nossa Política de Privacidade.

<

Este anúncio desaparecerá em:

Fechar anúncio

15