Fazer login no IT Mídia Redefinir senha
Bem-vindo de volta,
Digite seu e-mail e clique em enviar
Ainda não tem uma conta? Cadastre-se
Salvar em Nova pasta de favoritos

+

Criar pasta
Salvar Escolher Pasta
Qual é o seu nível de maturidade multicloud?
Home > Tendências

Qual é o seu nível de maturidade multicloud?

Muitas empresas já adotaram multicloud e não sabem disso. Entenda os padrões de adoção multicloud e qual abordagem é a vencedora

David Linthicum

28/09/2021 às 14h23

Foto: Shutterstock

Muitas empresas já estão usando uma multicloud, mas não sabem como chegaram lá ou para onde ir a seguir. Isso se deve aos padrões aleatórios de adoção da nuvem que acontecem na maioria das empresas e ao movimento para apenas implementar algo e descobrir como fazê-lo funcionar depois que estiver em produção.

Aqueles que utilizam multicloud estão em todos os lugares quando se trata de adoção, operações e maturidade, mas é possível, neste ponto, começar a rotular os padrões de adoção e onde as empresas se situam no espectro de maturidade de adoção multicloud.

Multicloud por circunstância

Em grande parte, isso é resultado da “Shadow IT” de alguns anos atrás. Algum departamento de uma empresa adotou um provedor de nuvem pública ainda sem suporte de TI, normalmente em suporte a alguma necessidade tática, como executar o aplicativo de análise de vendas que eles desejam que funcione apenas em um único provedor de nuvem pública.

Em algum ponto, operar sua nuvem pública se torna muito caro e problemático para o departamento administrar, e eles aparecem na porta do CIO implorando perdão e solicitando que essa nova nuvem pública "fora do padrão" também seja suportada pela TI corporativa. Se a função é importante para o negócio, ainda não vi um CIO recusar a nova nuvem. Assim, você é um multicloud por circunstância.

Como você deve ter adivinhado, esse é o nível mais baixo de maturidade multicloud, visto que a maioria das atividades operacionais são reacionárias e nem um pouco planejadas. Tampouco existe uma estratégia de treinamento ou adoção de habilidades.

Multicloud pelo melhor da espécie

Esta é a forma mais moderna de abordar multicloud e é o padrão de adoção mais comum que vejo hoje. Desenvolvedores de soluções, designers de soluções ou arquitetos de soluções decidem que alguma tecnologia nativa de uma nuvem específica é mais importante do que ficar com os serviços nativos de seu provedor de nuvem pública atual.

Eu vejo isso como uma coisa boa. Eu odiaria limitar aqueles que criam soluções inovadoras com tremendo valor comercial, porque nós apenas permitimos que eles busquem soluções dentro do jardim murado de um único provedor de nuvem pública.

A melhor abordagem é um pouco retrógrada, permitindo que as soluções táticas de TI determinem sua solução multicloud de estado final. A TI vê isso acontecendo e reage de acordo, colocando sistemas operacionais, de segurança e de governança que cruzam as nuvens depois que essas tecnologias são aproveitadas e não antes.

Este é realmente um nível de maturidade médio. Você ainda está reagindo contra ser proativo, mas esta é uma maneira comum de fazer as coisas para a maioria das lojas de TI por aí, e há de fato um pouco de planejamento.

Multicloud proposital

Como você deve ter adivinhado, esse é o nível de maturidade mais alto e também o mais raro. Isso significa que a TI viu a multicloud chegando a quilômetros de distância e adotou processos, abordagens, treinamento e tecnologia central para se preparar para isso.

Os serviços de nuvem cruzada já foram selecionados, testados e estão funcionando, incluindo segurança, operações, governança, etc., permitindo que as nuvens públicas se encaixem na estrutura depois de implementadas. A principal diferença é que eles são colocados em prática antes de passar para a multicloud e não depois.

Essas organizações aprenderam algumas coisas sobre a implantação de várias nuvens. Primeiro, vale a pena planejar. Eles cometem muito poucos erros, se é que cometem algum, ao mudar para a multicloud, uma vez que o movimento foi bem planejado e proposital. Em segundo lugar, eles geralmente economizam dinheiro e atendem melhor aos negócios, adotando uma abordagem proativa para implantação e operações em várias nuvens.

A realidade é que é necessária uma certa vontade política dentro de uma organização para fazer as coisas de forma proativa. As empresas gostam de ver o problema primeiro, antes de descobrir uma solução. Essa nunca é a maneira mais barata ou melhor de resolver problemas ou aproveitar oportunidades. Infelizmente, também é a norma hoje em dia. Talvez possamos trabalhar nisso.

Snippets HTML5 default Intervenções CW
Vai um cookie?

A CIO usa cookies para personalizar conteúdo e anúncios, para melhorar sua experiência em nosso site. Ao continuar, você aceitará o uso. Para mais detalhes veja nossa Política de Privacidade.

Este anúncio desaparecerá em:

Fechar anúncio

15