Fazer login no IT Mídia Redefinir senha
Bem-vindo de volta,
Digite seu e-mail e clique em enviar
Ainda não tem uma conta? Cadastre-se
Salvar em Nova pasta de favoritos

+

Criar pasta
Salvar Escolher Pasta
Natura aposta em social selling e acelera inclusão digital
Home > Tendências

Natura aposta em social selling e acelera inclusão digital

Luciano Abrantes, CTO e Digital Innovation Latam da Natura, revisa projeto de inclusão digital que rendeu prêmio

Solange Calvo, especial para IT Forum

11/11/2020 às 12h00

Foto: Roberto Setton/Divulgação

A Natura, maior multinacional brasileira de cosméticos, teve de acelerar suas evoluções no digital para se adequar ao novo cenário imposto pela covid-19. Dona de uma rede com 1,8 milhão de consultoras no Brasil e demais países da América Latina, colocou no ar o Social Selling, que foi escalado para seis países em apenas duas semanas.

O projeto, que promoveu a inclusão digital de suas fiéis escudeiras, as consultoras, gerou mais valor ao negócio e impacto no mercado por meio das redes sociais. Todo o esforço e criatividade levaram o Social Selling a conquistar o prêmio "As 100+ Inovadoras no uso de TI", na categoria Bens de Consumo.

Para Luciano Abrantes, CTO e Digital Innovation Latam da Natura, que ingressou na empresa em 2010, assistir e participar da evolução da companhia para um modelo apoiado no digital, sempre pensado em colaboração com as consultoras, foi um grande aprendizado.

“E agora, estamos em uma nova era. Aceleramos o grau de digitalização da nossa rede digital nos últimos meses. Cerca de 90% das consultoras acessam hoje nossa plataforma digital. O Social Selling foi lançado há poucos meses e 40% delas já estão usando. O WhatsApp é utilizado por 82% para se comunicar com seus clientes e 21% para vendas”, comemora.

CIO2503

E-book por:

Mas o executivo não esconde que vencer o primeiro impacto da pandemia foi desafiante. Da noite para o dia, boa parte da rede de consultoras viu suas rendas despencarem como consequência do isolamento, segundo Abrantes. “Criamos um comitê de crise para discutir ações emergenciais. Procurei acalmar as pessoas destacando que tínhamos tudo do que precisávamos para dar prosseguimento aos negócios de maneira digital. Precisávamos apenas acelerar.”

Nessa jornada de estratégia emergencial, Abrantes relata que quem tinha dificuldade de criar seu próprio e-commerce, contava com a ajuda da assistente virtual; a revista digital que estava em andamento foi adotada e então as atividades começaram a ser retomadas. “Mais do que isso, perceberam que poderiam agilizar vendas nesse novo modelo.”

Leia a matéria completa em IT Forum

Tags
Vai um cookie?

A CIO usa cookies para personalizar conteúdo e anúncios, para melhorar sua experiência em nosso site. Ao continuar, você aceitará o uso. Para mais detalhes veja nossa Política de Privacidade.

Este anúncio desaparecerá em:

Fechar anúncio

15