Fazer login no IT Mídia Redefinir senha
Bem-vindo de volta,
Digite seu e-mail e clique em enviar
Ainda não tem uma conta? Cadastre-se
Salvar em Nova pasta de favoritos

+

Criar pasta
Salvar Escolher Pasta
Empresas globais operam com menos de 40% de seu potencial digital, diz pesquisa
Home > Tendências

Empresas globais operam com menos de 40% de seu potencial digital, diz pesquisa

Novos dados destacam aumentos nos investimentos em tecnologia para apoiar uma cibersegurança adaptável nos próximos dois anos

Da Redação

09/03/2021 às 16h33

Foto: Adobe Stock

As empresas globais atualmente praticam cerca de dois quintos do que é necessário para funcionar como uma Autonomous Digital Enterprise (ADE), segundo pesquisa da BMC. Embora todos os modelos operacionais e princípios de tecnologia de uma ADE sejam praticados atualmente pelas 1.200 organizações pesquisadas, as áreas que mais atraem investimento têm foco em negócios orientado a dados, compra de tecnologia otimizada e domínios de negócios digitais.

A pesquisa da BMC, realizada pela 451 Research, foi anunciada juntamente com o lançamento da ADE Index. A ferramenta foi projetada para ajudar uma empresa a medir sua competitividade digital e identificar áreas de oportunidade, com uma estrutura documentada para o sucesso futuro.

A pesquisa "A Empresa Digital Autônoma: Uma Abordagem Estratégica para Medir e Melhorar a Competitividade Digital" avaliou a percepção do mercado e o estado de preparação necessários para navegar em uma era de inteligência, automação e autonomia para se tornar um ADE. Conduzida no final de 2020, a pesquisa obteve insights de 1.200 empresas e tomadores de decisão de TI em mais de 20 setores em 11 países, e em organizações que tinham pelo menos 500 funcionários com receita anual acima de US$ 100 milhões.

Índice de ADE

O estudo diz que as empresas ainda não praticam nem a metade do que é necessário para funcionar como uma Autonomous Digital Enterprise. No entanto, de acordo com o estudo, o Índice Global ADE deve aumentar de 39,3% para 46,1% nos próximos dois anos, indicando um reconhecimento de empresas ao redor do mundo por investir de maneira mais pesada em soluções de tecnologia empresarial que aumentam a competitividade digital.

CIO2503

E-book por:

Segundo a pesquisa, todos os modelos operacionais e princípios de tecnologia de uma ADE são praticados atualmente pelas organizações pesquisadas, sendo as três principais áreas de foco corporativo que atraem a maior parte do investimento aqueles voltados para um negócio orientado a dados, compra de tecnologia otimizada e domínios de negócios digitais.

Em dois anos, as principais áreas de foco empresarial continuam a incluir negócios orientados a dados com um foco adicional em segurança cibernética adaptativa e uma experiência transcendente do cliente, diz o estudo. Funções Corporativas alinhadas com a tecnologia ficou em quarto lugar, demonstrando que as habilidades humanas e digitais precisam se alinhar rapidamente.

“O Índice ADE desenvolvido a partir desta pesquisa chega em um momento crucial para o cenário empresarial global, pois atingir a excelência operacional por meio de tecnologias automatizadas é uma necessidade imediata”, disse Carl Lehmann, Analista de Pesquisa Sênior da 451 Research. “Esta pesquisa mostra que áreas como segurança são uma prioridade de investimento e a capacidade de se avaliar em relação aos pares pode ser vantajosa para a integração deliberada de uma empresa do que é necessário para se adaptar e competir”.

Os entrevistados da América Latina relataram um aumento projetado de pontuação no Índice ADE para 52% em dois anos - o maior salto em todas as regiões -, o que significa uma forte vontade de fazer investimentos em tecnologia e processos para se tornar um ADE.

Vai um cookie?

A CIO usa cookies para personalizar conteúdo e anúncios, para melhorar sua experiência em nosso site. Ao continuar, você aceitará o uso. Para mais detalhes veja nossa Política de Privacidade.

Este anúncio desaparecerá em:

Fechar anúncio

15