Fazer login no IT Mídia Redefinir senha
Bem-vindo de volta,
Digite seu e-mail e clique em enviar
Ainda não tem uma conta? Cadastre-se
Salvar em Nova pasta de favoritos

+

Criar pasta
Salvar Escolher Pasta
‘Digital first’: empresas responderam rápido à crise com inovação
Home > Tendências

‘Digital first’: empresas responderam rápido à crise com inovação

Líderes de gigantes de tecnologia avaliam os impactos de novos cenários provocados pela pandemia

Déborah Oliveira

08/10/2020 às 13h00

Foto: Adobe Stock

Nos últimos meses, a digitalização ganhou força em função da crise e da necessidade gerada em fornecer no ambiente on-line a mesma qualidade na prestação de serviços e atendimentos experimentada de forma presencial. Como resultado, o ‘digital first’ foi uma das principais mudanças impostas pela pandemia e uma resposta aos novos hábitos dos compradores de tecnologia.

“Empresas passaram a priorizar tecnologias que iam demorar 12 ou mais meses para serem implementadas”, comentou Luciano Ramos, gerente de Pesquisa e Consultoria de Enterprise da IDC Brasil, em entrevista ao IT Forum 365.

A IDC buscou entender o pulso da pandemia no Brasil e identificou que mais de 56% dos negócios endereçaram temas que não estavam na pauta, como trabalho remoto e canais digitais. “Cerca de 26% [dos respondentes da pesquisa] apontaram que a pandemia acelerou temas que estavam na pauta prioritária”, completou ele, dizendo que acredita que essa é uma mudança perene e não de contingência. Cloud, ferramentas de colaboração, comunicação, segurança e serviços estiveram em alta, listou.

Levantamento realizado pela fintech norte-americana Intuit QuickBooks, desenvolvedora de software de gestão para PMEs e escritórios contábeis, identificou que esse cenário passou a ser comum também nos negócios menores.

CIO2503

E-book por:

O estudo indicou que quase metade das pequenas empresas brasileiras (49,7%) está mais digital agora, pós-crise da Covid-19. Entre as ferramentas escolhidas para o período de isolamento estão aplicativos que facilitam a comunicação remota e a criação de comércio eletrônicos (e-commerce).

Na visão de mais de mil entrevistados pela Intuit QuickBooks, a adoção de ferramentas possibilitou migrar a operação das empresas para o home office (53,5%) e contribuiu para melhorar o relacionamento com o cliente, ter processos mais ágeis e conquistar novos consumidores (55%).

Dois anos em cinco meses - Em reportagem especial do IT Forum 365, líderes da Dell Technologies, SAP, Oracle, IBM, Totvs, Compasso UOL e Microsoft Brasil avaliam os impactos desse cenário e os projetos que ganharam escala em meio à pandemia. Acesse o conteúdo completo aqui.

Vai um cookie?

A CIO usa cookies para personalizar conteúdo e anúncios, para melhorar sua experiência em nosso site. Ao continuar, você aceitará o uso. Para mais detalhes veja nossa Política de Privacidade.

Este anúncio desaparecerá em:

Fechar anúncio

15