Fazer login no IT Mídia Redefinir senha
Bem-vindo de volta,
Digite seu e-mail e clique em enviar
Ainda não tem uma conta? Cadastre-se
Salvar em Nova pasta de favoritos

+

Criar pasta
Salvar Escolher Pasta
Cresce popularidade de linguagens de programação para IA e data mining, aponta Tiobe
Home > Tendências

Cresce popularidade de linguagens de programação para IA e data mining, aponta Tiobe

Linguagens de programação para smartphones também se destacam no último relatório

Da Redação

09/08/2021 às 19h08

Foto: Adobe Stock

O novo relatório mensal do TIOBE, com o índice de popularidade das linguagens de programação, destaca a ascensão das linguagens usadas para escrever aplicativos móveis. O mesmo ocorre com as linguagens utilizadas para a mineração de dados e Inteligência Artificial, que a popularidade aumenta à medida que as tecnologias se tornam mais usuais, a exemplo da linguagem Python, que assumiu a segunda posição no índice de agosto - antes ocupada pela Java.

"Os smartphones foram o novo sucesso há muitos anos. Como consequência, as linguagens de programação usadas para escrever aplicativos móveis também se tornaram muito populares", disse Paul Jansen, CEO da TIOBE Software, em uma postagem de blog sobre o último Índice. "O melhor exemplo disso é Objective-C, que atingiu o pico na posição 3 no índice TIOBE, embora fosse usado apenas para escrever aplicativos para iPhones".

O Índice TIOBE também destaca o crescimento das linguagens de programação de data mining e de IA. Neste mês, segundo o Índice, Phyton ultrapassou a Java, que agora ocupa o terceiro lugar do ranking de popularidade.

A popularidade dessas tecnologias também tem puxado linguagens mais antigas, como a Fortran e a Prolog. A Prolog é usada na plataforma aberta e de multicloud da IBM, Watson, e volta no top 20 depois de 15 anos em um “retorno inesperado”, segundo Jansen.

No geral, a linguagem C se mantém no topo das classificações mais recentes, com uma avaliação de 12,57%, representando uma redução de 4,41% ao ano. A Python, na sequência, possui uma classificação de 11,86% e viu essa pontuação aumentar 2,17% ano após ano. A Java, em terceiro lugar, viu sua classificação cair 4% no ano passado, para se estabelecer com uma pontuação de 10,43% no índice mais recente.

Em ordem, C++, C#, Visual Basic e JavaScript completam os sete primeiros. Curiosamente, as classificações do índice de quarto a sétimo permanecem idênticas ao posicionamento de agosto de 2020.

Na oitava posição, a PHP (2,19%) saltou uma posição desde agosto passado, com sua classificação caindo apenas 0,05% durante este período. Logo atrás, a linguagem Assembly subiu cinco posições e 0,99% desde agosto passado e agora angaria uma classificação de 2,03%. Mantendo a mesma posição que ocupava em agosto de 2020, SQL limita o top 10 com uma classificação de 1,47%.

Outros destaques do Índice incluem a linguagem Groovy, que alcançou a 11ª posição do ranking (1,36%), saltando sete posições ano após ano, e a Classic Visual Basic, que também subiu cinco posições durante o mesmo período, ocupando a 12º posição. No ano passado, a Fortran subiu 29 pontos e agora carrega uma classificação de 1,14%, no 13º lugar. Esse aumento na classificação ano a ano (0,83%) é a maior mudança positiva no índice de agosto depois da Python e da linguagem Assembly.

Em um movimento oposto, inclusive da ascensão das linguagens populares de programação de IA, a linguagem R, que ocupa a 14ª posição, caiu seis posições. “Eu acho que Python está comendo a fatia de mercado da R”, disse Jansen.

Já o 15º lugar da Ruby espelha sua classificação em 2020 com uma diminuição mínima de classificação (0,03%) durante o mesmo período. Enquanto, Swift, MATLAB e GO completam, respectivamente, o top 18, com cada um caindo várias posições ano após ano, embora GO tenha registrado a maior queda (7) dos três. A 19ª linguagem é a Prolog (0,80%), que saltou 17 posições desde agosto do ano passado. Enquanto Perl encerra o top 20 com uma classificação de 0,78%.

“Outros movimentos interessantes neste mês são: Rust da posição #27 para #24 e Julia da posição #35 para #26. Tanto Rust quanto Julia são fortes candidatos a uma posição permanente entre os 20 primeiros”, destaca Jansen.

Vai um cookie?

A CIO usa cookies para personalizar conteúdo e anúncios, para melhorar sua experiência em nosso site. Ao continuar, você aceitará o uso. Para mais detalhes veja nossa Política de Privacidade.

<

Este anúncio desaparecerá em:

Fechar anúncio

15