Home > Tendências

Cinco dicas para organizar um hackathon

Foram nas maratonas de programação que que surgiram inovações como o botão Curtir característico do Facebook

Kristin Burnham, CIO/EUA

10/12/2015 às 10h09

Foto:

No Facebook os hackathons duram uma noite inteira. Elas ocorrem, normalmente, a cada seis ou
oito semanas. No inicio do Facebook, envolviam apenas alguns
funcionários. A certa altura, cresceram
para algo muito maior, e são agora parte intrínseca da cultura da empresa.
  Cumprem a função de encorajar a colaboração entre as equipes, dando aos
funcionários a oportunidade de trabalhar com outros funcionários com os quais
eles normalmente não trabalhariam. Constroem novos relacionamentos
e são oportunidades para aprender novas habilidades.

Também se focam em
outro elemento muito importante para qualquer profissional de TI hoje em dia: velocidade. Hackathons são um lembrete de que se você
deseja lançar algo, não pode passar seis meses elaborando e mais seis meses desenvolvendo e testando. Para estar no topo, você precisa fazer as
coisas acontecerem rapidamente.
E reforçam que, em processos criativos, o fracasso é algo normal.

A CIO elaborou um resumo de como o Facebook administra o evento, as lições que aprendeu e as
dicas sobre como você pode adotar a ideia em sua empresa.

1. Organize equipes
Nos primórdios do Facebook, os funcionários
sentavam em um círculo, descreviam a ideia de projeto que tinham e dividiam-na
em grupos menores. À medida que a popularidade da Hackathon aumentou, o
Facebook agora depende das wikis para se organizar.

 Semanas antes da noite da hackathon, os funcionários postam
sua ideia de projeto para a wiki com uma descrição do mesmo e o número de
pessoal que a equipe está buscando.
Qualquer um na empresa pode participar.

2. Encontre o espaço correto
Encontre uma sala de conferência ou um espaço
grande o suficiente para acomodar  todos os participantes
da hackathon
de forma confortável, especialmente dado o fato de que eles permanecerão lá por várias
horas.  O Facebook preenche seu
espaço com sofás e almofadas para que os funcionários fiquem confortáveis – e
coloca também vários quadros brancos para que as equipes possam documentar
ideias e progressos.

3. Estimule os participantes
O Facebook inicia todas as hackathons com um
discurso motivacional, para lembrar aos funcionários sobre o quais valores empresariais a maratona reforçai. 

Outro ponto chave para uma hackathon bem
sucedida é mostrar aos funcionários que a equipe executiva apoia a hackathon. É realmente importante que pessoas de diferentes departamentos da empresa estejam envolvidas. Faça com
que membros do executivo apareçam, pelo menos por pouco tempo.

E se esforça para tornar o maratona algo divertido para seus participantes.

4. Apresente o protótipo
Duas semanas após a hackathon, os participantes
reúnem-se novamente para o “fórum sobre o protótipo” – uma reunião onde cada
grupo apresenta seu projeto para os executivos. O prazo de duas semanas dá aos grupos a oportunidade de afinar seu hack
antes de apresentá-lo.

Cada equipe tem três minutos para fazer a
demonstração funcionar, dizer o que ela é e porque a desenvolveu.

5. Acompanhe os melhores projetos
Após a fase de protótipo, os
executivos escolhem alguns projetos para serem estudados mais a fundo, e fazem comentários e sugestões para torná-lo melhor. A
partir de toda hackathon, um ou dois projetos se tornam
uma nova ferramenta ou característica do Facebook.

A fase seguinte é uma das mais importantes – e
é ela que dá o tom para futuros hackathons. Os funcionários
precisam saber que as áreas de negócio compartilham de suas ideias e estão comprometicas com elas.