Home > Tendências

RPA aumenta a interação humana

Tecnologia permite que os funcionários se envolvam em interações mais ricas uns com os outros, e com os clientes, segundo estudo da UiPath

Jennifer O'Brien, CIO/EUA

18/03/2019 às 8h58

Foto: Shutterstock

A automatização de processos robóticos (RPA, na sigla em inglês) ajuda os funcionários a se envolverem em interações mais ricas com colegas de trabalho, realizar trabalhos que exijam maior capacidade intelectual e cometer menos erros, diz Bobby Patrick, CMO da UiPath, comentando os resultados de encomendados pela UiPath e conduzidos pela Forrester Consulting. O mais recente desses estudo constatou que quase 70% das organizações acreditam que o RPA está permitindo que os funcionários aumentem a interação entre eles e com clientes.

O estudo "Impact of RPA on Employee Experience" reflete a necessidade de manter os funcionários no centro dos esforços do RPA. Os benefícios relatados pelas empresas participantes incluem o aumento da eficiência (86%), uma percepção mais profunda dos clientes (67%), melhor atendimento ao cliente (57%) e melhor engajamento dos funcionários (57%).

Os resultados também comprovam que o sucesso nas iniciativas de Transformação Digital exige das organizações a adoção de uma alavanca central: funcionários engajados.

“Os funcionários lutam hoje contra o peso do trabalho repetitivo e entorpecente. Eles são influenciados por suas experiências de consumo e querem experiências semelhantes em seus trabalhos”, explica Patrick.

“Com o surgimento de ferramentas de automação, muitos temem um ambiente distópico, com soluções como as de RPA tirando empregos. Nosso  estudo descobriu, no entanto, que o RPA permite que os funcionários se envolvam em interações mais ricas uns com os outros, e com os clientes”.

Em última análise, manter os funcionários engajados e felizes permitirá que as organizações capitalizem o potencial transformador do RPA, conclui o estudo.

Para 66% dos entrevistados o RPA reestrutura o trabalho existente, permitindo que os funcionários tenham mais interações humanas, e 60% disseram que o RPA ajuda os funcionários a se concentrarem em tarefas estratégicas mais significativas. Além disso, 57% relataram que o RPA reduz erros manuais.

O estudo também observa que as organizações devem superar as questões do modelo operacional e o desafio psicológico. De fato, 93% dos entrevistados disseram que lutam para entender as diferentes opções de implantação disponíveis para eles, observou.

A comunicação e a colaboração entre os gestores e os trabalhadores, especialmente durante programas bem planejados de gerenciamento de mudanças, são cruciais.

O estudo também recomenda que as empresas visem melhorar a eficiência operacional e a experiência dos funcionários, ao mesmo tempo, criando centros de excelência RPA, gerenciando as implicações psicológicas no início de uma implementação, usando um processo de gerenciamento de mudanças centrado no ser humano, assegurando que as pessoas se sintam valorizadas e seguras.

Junte-se a nós e receba nossas melhores histórias de tecnologia. Newsletter Newsletter por e-mail