Home > Gestão

Rodobens migra 90% das suas operações para a nuvem

Principal medida do projeto de transformação digital do grupo foi a migração completa do datacenter físico para o Microsoft Azure

Da Redação

13/11/2019 às 18h32

Foto: Shutterstock

Para se manter competitiva no setor de serviços financeiros e varejo automotivo, a Rodobens optou por investir em uma nova estratégia de inovação. A principal medida do projeto de transformação digital do grupo foi a migração completa do datacenter físico para o Microsoft Azure.

A SoftwareONE foi a empresa responsável pela migração para a nuvem de toda a estrutura da Rodobens. Para isso, a companhia criou um inventário conforme a capacidade do grupo, o que incluiu o redesenho de plataformas que precisaram ser substituídas e a avaliação dos serviços de infraestrutura que não eram mais necessários.

“Desde 2017, a Rodobens assumiu o desafio de levar adiante um amplo programa de TI, que é um pilar estratégico para a Transformação Digital da empresa hoje em dia, com o objetivo de intensificar o relacionamento com o cliente, modernizar as metodologias de trabalho e fortalecer a marca junto ao público. O time de tecnologia da empresa identificou a necessidade de realizar uma grande mudança na arquitetura de TI para que este plano fosse viável”, declarou o CIO da Rodobens, Marcos Adam.

Segundo o executivo, o grupo precisava de um ambiente seguro, escalável, flexível e dinâmico para a nova abordagem dos negócios. Pensando nisso, a Rodobens iniciou a transferência de mais de 150 sistemas de gestão para o Azure em 2018. Atualmente, mais de 90% das operações do grupo funcionam da nuvem da Microsoft.

“Acredito que o sucesso de um projeto de migração de datacenter como este pode ser resumido da seguinte forma: ter claro o modelo de arquitetura mais ajustado à sua estratégia de negócio, operação e transformação digital; avaliar em detalhes o modelo de TCO (total cost of ownership) frente às opções existentes; estabelecer desde o início um “centro de excelência” em cloud, pois é um assunto novo para todos; estudar a melhor estratégia de migração; gerir custos constantemente e otimizar sempre”, acrescentou Adam.

Além do Azure, a Rodobens adotou o Office 365 para melhorar a colaboração, autonomia, produtividade e integração entre processos. As iniciativas de transformação digital do grupo também priorizaram o atendimento aos requisitos da Lei Geral de Proteção de Dados (LGPD).

Junte-se a nós e receba nossas melhores histórias de tecnologia. Newsletter Newsletter por e-mail