Fazer login no IT Mídia Redefinir senha
Bem-vindo de volta,
Digite seu e-mail e clique em enviar
Ainda não tem uma conta? Cadastre-se
Salvar em Nova pasta de favoritos

+

Criar pasta
Salvar Escolher Pasta
Realinhamento dos negócios no pós-Covid dependerá de habilidades digitais
Home > Tendências

Realinhamento dos negócios no pós-Covid dependerá de habilidades digitais

Dados e as aplicações de inteligência artificial ganham destaque nas estratégias de recuperação das empresas, alerta estudo

carla

29/07/2020 às 16h30

Foto:

Três em cada quatro empresas em toda a América Latina esperam até 20% a menos de receita até o final de 2020, estima um estudo inédito da IDC, encomendado pela Alteryx, companhia de automação de processos analíticos (APA). Segundo o relatório “Ciência de dados para o realinhamento de negócios pós-Covid-19”, realizado com empresas da América Latina, a crise provocada pelo novo coronavírus colocou em evidência a urgência de habilidades digitais para a recuperação dos negócios.

Além disso, o relatório mostra que manter a confiança do consumidor e recompensar a lealdade é fundamental durante a crise financeira. As empresas já trabalham em estratégias para recuperação, com 58% se concentrando em obter uma visão de 360 graus do cliente para criar experiências memoráveis. Um pouco mais da metade (53%) pretende desenvolver um modelo de trabalho mais dinâmico que automatize processos padrão, e 48% garantirão a oferta de serviços e experiências digitais mais confiáveis.

O estudo indica que as organizações da América Latina também estão acelerando projetos de transformação digital, priorizando investimentos em aceleradores de inovação como inteligência artificial (IA) e aprendizagem de máquina (ML) e buscando a ciência de dados para definir experiências memoráveis e garantir a satisfação dos clientes.

Embora o impacto da pandemia nas operações e estratégias comerciais tenha variado drasticamente entre as indústrias, uma coisa permanece consistente entre os entrevistados: os projetos de digitalização programados para os próximos anos foram agora acelerados para começar muito mais cedo. Apesar de gastarem em média apenas 3,7% de suas receitas em iniciativas de transformação digital durante 2019, a pesquisa revelou que uma ampla gama de tecnologias está agora recebendo prioridade nos investimentos das empresas.

CIO2503

E-book por:

A maioria dos entrevistados das organizações financeiras (90%) dizem que adotarão uma abordagem tecnologicamente pioneira para automatizar operações e processos. Já os respondentes do setor de manufatura, 43% pretendem otimizar a gestão da cadeia de abastecimento, enquanto três quartos das organizações comerciais se concentrarão na gestão digital da força de trabalho.

Ciência de dados

O estudo revela que muitas empresas estão se voltando para os dados como a força vital de sua automação, baseada em IA, para se tornarem mais ágeis e competitivas.

De acordo com o relatório, até 2021, 15% das aplicações globais de experiência do cliente serão continuamente hipercustomizadas por meio da combinação de dados e do reforço dos algoritmos de aprendizagem; e 60% das informações geradas pelas empresas serão, na sua maioria, dados não estruturados.

Até 2025, os consumidores farão mais de 5.000 interações por dia usando dispositivos móveis, diz o estudo, e 30% dos dados serão consumidos em tempo real.

Vai um cookie?

A CIO usa cookies para personalizar conteúdo e anúncios, para melhorar sua experiência em nosso site. Ao continuar, você aceitará o uso. Para mais detalhes veja nossa Política de Privacidade.

Este anúncio desaparecerá em:

Fechar anúncio

15