Fazer login no IT Mídia Redefinir senha
Bem-vindo de volta,
Digite seu e-mail e clique em enviar
Ainda não tem uma conta? Cadastre-se
Salvar em Nova pasta de favoritos

+

Criar pasta
Salvar Escolher Pasta
Profissionais de TI são os que mais temem serem substituídos pela automação
Home > Carreira

Profissionais de TI são os que mais temem serem substituídos pela automação

Pesquisa diz que funcionários das empresas de tecnologia temem ter suas funções automatizados, inclusive por ferramentas usadas em reposta à pandemia

Da Redação

29/05/2020 às 14h00

Foto: Shutterstock

Trabalhadores do setor de TI estão preocupados em serem substituídos por tecnologias de automação. Pesquisa estima que 67% dos trabalhadores da área, nos Estados Unidos, temem perder seus empregos para tecnologias como inteligência artificial, machine learning e softwares robóticos. Os funcionários de TI são os mais preocupados com esse cenário, em relação aos 44% dos trabalhadores de outros setores.

Além da automação, 70% dos trabalhadores do setor de tecnologia estão preocupados com a eliminação de seus empregos como resultado das consequências econômicas da crise, em comparação com 57% dos trabalhadores empregados por empresas de outros setores.

As informações são da pesquisa da KPMG, divulgada pelo Wall Street Journal. O levantamento foi realizado em abril e os resultados são baseados em uma pesquisa com 1.000 trabalhadores em período integral e meio período em diversos setores, incluindo 223 empregados no setor de tecnologia.

"Os trabalhadores da indústria de tecnologia estão mais próximos da tecnologia e, portanto, têm uma compreensão única, mais do que outras indústrias, da tecnologia e de suas capacidades", disse Tim Zanni, Líder da Indústria de Tecnologia da KPMG.

CIO2503

E-book por:

Zanni disse ainda que os funcionários das empresas de tecnologia veem os recursos digitais emergentes nos estágios iniciais de desenvolvimento e têm maior probabilidade de pensar no impacto dessas ferramentas em seus empregos, segundo o WSJ.

A reportagem diz que as empresas de tecnologia dos EUA perderam um recorde de 112.000 empregos em abril, apagando os ganhos totais de empregos no ano passado, de acordo com uma análise dos dados do Departamento do Trabalho pelo grupo comercial de TI CompTIA.

O setor de tecnologia do país emprega aproximadamente 6 milhões de trabalhadores, incluindo profissionais de TI, além de pessoas em vendas, marketing, recursos humanos e outros cargos. Juntos, eles representam cerca de 4% da força de trabalho total dos EUA, diz CompTIA.

Empregos na área de inteligência artificial, um elemento cada vez mais importante da automação, estão se mostrando mais resilientes, afirma a publicação. A empresa de pesquisa de mercado de tecnologia International Data Corp. estima que os empregos em IA globalmente poderiam aumentar em até 16% este ano, atingindo mais de 950.000. Os ganhos estão sendo impulsionados pela forte demanda por recursos de IA, já que as empresas enfrentam as consequências da pandemia, diz a IDC.

Isso representa que 40% das empresas em todo o mundo estão aumentando o uso da automação como resposta à pandemia, geralmente seguindo a liderança das empresas de tecnologia envolvidas no desenvolvimento desses recursos, diz o jornal.

"Acreditamos que a hiper automação é o lugar para onde o mercado está indo", disse Daniel Dines, executivo-chefe da fabricante de automação de processos robóticos UiPath Inc. Sr. Dines disse.

Ele acredita que a automação habilitada para IA criará novos trabalhos de mais alto nível, pois as ferramentas de software assumem tarefas mundanas e repetitivas, como processar documentos ou gerenciar e-mails, e permitir que os funcionários sejam mais produtivos em outras áreas.

Vai um cookie?

A CIO usa cookies para personalizar conteúdo e anúncios, para melhorar sua experiência em nosso site. Ao continuar, você aceitará o uso. Para mais detalhes veja nossa Política de Privacidade.

Este anúncio desaparecerá em:

Fechar anúncio

15