Home > Tendências

Previsões de segurança para além de 2020: como se beneficiar

Você está planejando sua estratégia agora com base no que pode acontecer durante a próxima década (ou duas)?

Dan Lohrmann, CSO/EUA

05/02/2019 às 12h48

Foto: Shutterstock

Qual é a  sua visão é 2020? Ou talvez 2030?

Você está planejando sua estratégia agora com base no que pode acontecer durante a próxima década (ou duas)? Ou está farto de "especialistas" que prevêem o futuro? Talvez você já tenha guardado todos os relatórios de prognóstico com as decorações do feriado.

Bem, o Natal  de 2019 chegará cedo se os prognósticos de 2020 estiverem o seu caminho. E eles estão. Prepare-se para uma explosão de visões de 2020  em quase todas as áreas da vida.

Praticamente tudo está sobre a mesa quando entramos em uma nova década que será definida pela inovação global e os avanços tecnológicos. Empresas e governos em todo o mundo estão disputando posições para definir o novo cenário tecnológico.

E essa profusão de previsões oferece uma grande oportunidade para reorganizar planos de negócios, planos de segurança e até mesmo planos de carreira - se você estiver observando as coisas certas.

O que esperar?
O diferente, ao entramos nessa nova década, é que a segurança cibernética está no centro das discussões executivas. As principais notícias da última década, desde a jornada das revelações de Snowden até os erros de privacidade do Facebook, ensinaram (tardiamente) para a maioria dos CEOs que a segurança cibernética não pode ser considerada apenas no final dos processos de produção. Os líderes de negócios agora reconhecem que o envolvimento anterior de especialistas cibernéticos pode ajudar a evitar uma grande violação de dados, o que poderia inviabilizar planos inovadores, prejudicar as operações de produção ou, pior ainda, causar uma perda total de confiança na marca.

Para criar segurança em um novo produto ou serviço, você precisa saber quais serão os possíveis problemas. É aí que entram as previsões de segurança e tecnologia da virada da década.

Notavelmente, vamos ver um aumento nas previsões  crossover. Veremos anúncios sobre empresas de segurança em parceria com outras empresas inovadoras. Por exemplo, se uma empresa de roupas quer que eu use um provador virtual em casa, quero que essa interação seja segura e particular. Como as empresas oferecerão esse serviço?

Outros exemplos de previsões crossover incluem aplicativos governamentais, saúde, automóveis, cidades inteligentes, residências inteligentes e infraestruturas críticas que exigem conectividade segura. Outros ainda serão amplos - por setor, categoria de tecnologia, família de dispositivos inteligentes ou avanços em inteligência artificial, etc.

Pense nessas três perguntas agora: quem você vai assistir? Quem você vai ouvir? Como você vai agir?

Com se beneficiar?
Independentemente das suas opiniões sobre previsões de segurança e tecnologia, você precisará tomar conhecimento e agir. Aqui estão alguns passos práticos:

1. Faça sua lição de casa.
Boas perguntas a serem feitas a partir de relatórios e sessões de previsão incluem:

- O que os especialistas estão dizendo sobre meu setor específico - e não apenas as tendências gerais de ameaças cibernéticas?

- Quais projeções são relevantes para o meu papel?

- Quais cenários precisam ser examinados mais de perto?

- Quais tecnologias emergentes a minha empresa ou equipe pode aplicar agora para simplificar ou melhorar nossa abordagem?

Se especialistas suficientes estão prevendo as mesmas tendências, isso requer atenção extra. Por exemplo, pense bastante sobre seus pontos de vista sobre Inteligência Artificial (IA) e o que isso significa para sua indústria, empresa e função.

2. Procure oportunidades crossover
Por exemplo, o futuro dos veículos autônomos envolve agora especialistas cibernéticos em todos os estágios dos processos de desenvolvimento e produção. Testes rigorosos, que incluem prêmios de bugs globais, tornaram-se o novo normal com veículos da próxima geração.

3. Envolva-se
Pergunte:

- O que a minha empresa está planejando?

- Como nossos planos, estratégias e projetos se comparam às ameaças virtuais previstas?

- Quem está liderando o esforço?  Uma vez que você saiba, envolva essa pessoa ou equipe trazendo informações valiosas e dados sobre o ambiente de ameaças cibernéticas.

Se nada está acontecendo nesta área, conduza o esforço.

Isso parece óbvio, mas não leia apenas esses relatórios. Decida o que você acha que é realmente intrigante, relevante e aplicável e tome medidas. Isso pode significar ajustar um plano ou um projeto - ou mudar de carreira.

Junte-se a nós e receba nossas melhores histórias de tecnologia. Newsletter Newsletter por e-mail