Fazer login no IT Mídia Redefinir senha
Bem-vindo de volta,
Digite seu e-mail e clique em enviar
Ainda não tem uma conta? Cadastre-se
Salvar em Nova pasta de favoritos

+

Criar pasta
Salvar Escolher Pasta
Por que precisamos falar sobre saúde mental no mundo corporativo?
Home > Gestão

Por que precisamos falar sobre saúde mental no mundo corporativo?

Pandemia da covid-19 pressiona ainda mais colaboradores. Consultoria Robert Walters recomenda algumas ações para líderes endereçarem o tema

Da Redação

11/06/2020 às 18h00

Foto: Shutterstock

Uma em cada cinco pessoas no local de trabalho apresenta alguma condição de saúde mental, segundo a Federação Mundial de Saúde Mental. De diagnósticos de depressão e ansiedade a distúrbios alimentares e abuso de substâncias, tais comprometimentos na saúde e bem-estar transcendem os gêneros e níveis socio-econômicos. Em tempos de incerteza provocados pela pandemia da covid-19, a saúde mental precisa - ainda mais - de atenção por parte dos gestores, lembra a Robert Walters.

Apesar dos avanços positivos da última década, a saúde mental no local de trabalho continua estigmatizada. "Agora, mais do que nunca", ressalta a consultoria, "as empresas simplesmente não podem ignorar as preocupações de saúde mental de seus funcionários.

‘’Conversas regulares com gestores e apoio de colegas também podem fazer uma enorme diferença para os funcionários, estejam eles sofrendo ou não de uma condição de saúde mental", recomenda Leonardo de Souza, country manager Brasil da Robert Walters.

Abaixo, a consultoria lista alguns pontos importantes voltados à saúde mental para gestores garantirem o bem-estar dos seus colaboradores.

Uma cultura que incentive o bem-estar

Trabalhadores que sofrem de uma condição de saúde mental não tratada podem sentir fadiga, irritabilidade, insônia ou incapacidade de se concentrar. Eles podem ter problemas para interagir com outras pessoas ou têm dificuldade em responder a grandes mudanças no local de trabalho.

CIO2503

E-book por:

Garanta que sua cultura de trabalho incentive a comunicação aberta em torno da saúde mental, para que os funcionários se sintam à vontade para acessar os cuidados que precisam. Esse tópico é especialmente relevante durante esse período, onde o contato limitado é essencial para reduzir a propagação do COVID-19. "Considere terapia digital, aplicativos de redução de estresse / meditação, horários flexíveis de trabalho e praticar exercícios no seu tempo livre", aconselha a Robert Walters.

Melhor atração e retenção de funcionários

Segundo pesquisa da Robert Walters, 88% dos profissionais consideram importantes as políticas de saúde mental de um potencial empregador ao procurar um nova oportunidade. A retenção aumenta com base no envolvimento de seus funcionários. Um funcionário engajado sente que faz parte de uma equipe, tem autonomia para fazer seu trabalho, está constantemente aprendendo e crescendo e é capaz de reconhecer seu impacto dentro de uma organização.

A Robert Walters lembra que os empregadores são mais capazes de atrair talentos quando têm reputação de oferecer benefícios flexíveis no trabalho, pacotes de desenvolvimento profissional ou de carreira e programas de saúde física e mental.

Estabelecendo uma cultura corporativa aberta e positiva

Definir um exemplo como líder, falando publicamente sobre saúde mental, terá um papel enorme na maneira como esse assunto é tratado no local de trabalho. De fato, quando pesquisados durante um estudo recente, 62% dos 1.000 entrevistados disseram que ter alguém em um papel de liderança falando abertamente sobre saúde mental os faria sentir-se mais confortáveis ​​falando sobre eles mesmos.

Crie relacionamentos melhores e mais proativos entre colegas de trabalho

É provável que os funcionários se sintam isolados durante esse período se não forem tomadas as medidas adequadas para garantir que os relacionamentos sejam nutridos. Sabemos que os funcionários que têm um “melhor amigo” no trabalho têm menos probabilidade de sofrer burnout.

"Faça com que seus funcionários participem de atividades com os novos membros da equipe e incentivem a interação social. Seja claro quais canais devem ser usados ​​para comunicação comercial e quais canais devem ser usados ​​por diversão. Crie oportunidades para que os colegas dêem elogios ou feedback positivo uns aos outros, incentivando-os quando atingirem os principais marcos", aconselha a consultoria.

Ligação entre saúde física e mental

Saúde física e mental estão completamente ligadas; quando um está desequilibrado, o outro certamente será afetado. Por exemplo, a depressão, uma das doenças mentais mais comuns do mundo, afeta o sistema imunológico, suprimindo as respostas das células T a vírus e bactérias. Ansiedade e explosões de raiva também podem aumentar a chance de ataque cardíaco.

"Em termos de benefícios, a saúde mental deve ser tratada da mesma forma que a saúde física. Quando ambos estão sincronizados e saudáveis, é menos provável que os funcionários estejam ausentes do trabalho, ou pior, presentes no trabalho, mas improdutivos e infelizes", finaliza o country manager Brasil da Robert Walters.

Vai um cookie?

A CIO usa cookies para personalizar conteúdo e anúncios, para melhorar sua experiência em nosso site. Ao continuar, você aceitará o uso. Para mais detalhes veja nossa Política de Privacidade.

Este anúncio desaparecerá em:

Fechar anúncio

15