Fazer login no IT Mídia Redefinir senha
Bem-vindo de volta,
Digite seu e-mail e clique em enviar
Ainda não tem uma conta? Cadastre-se
Salvar em Nova pasta de favoritos

+

Criar pasta
Salvar Escolher Pasta
Pegasystems apresenta a primeira RPA de autocorreção do setor
Home > Notícias

Pegasystems apresenta a primeira RPA de autocorreção do setor

Empresa lança novos recursos de Deep Robotics, com inteligência artificial, que tornam os bots mais fáceis de implementar em escala global

carla

15/07/2020 às 12h38

Foto:

A empresa de software Pegasystems lançou a X-ray Vision – a primeira automação de processo robótico (RPA) de autocorreção, com capacidade para detectar e corrigir bots quebrados sem intervenção humana. Combinada com as novas ferramentas automatizadas de criação de bot, a Pega RPA promete fornecer aos clientes uma RPA mais rápida, durável e fácil de implementar. A tecnologia estará disponível no terceiro trimestre de 2020.

Uma pesquisa da Pega de 2019 constatou que 87% das empresas enfrentam falhas em seus bots. Segundo a empresa, isso ocorre porque a maioria das soluções de RPA depende da raspagem de tela no nível da superfície, para automatizar processos num cenário de aplicações em constante mudança. Mas quando as interfaces de usuário do aplicativo mudam - o que acontece todos os dias em qualquer empresa em evolução - esses exércitos de bots se tornam não confiáveis e propensos a quebrar. Isso resulta em investimento desperdiçado, tempo de inatividade inesperado e aumento rápido dos custos de manutenção.

“Embora a RPA – automação de processo robótico, seja um aspecto importante da jornada de automação inteligente, a maioria das organizações descobre que os bots geralmente podem ser bastante frágeis e precisam de manutenção constante e dispendiosa - o que pode ser um contraponto às vantagens que a RPA proporciona”, afirma Francis Carden, Vice-presidente de Automação Digital e Robótica da Pegasystems. “Com X-ray Vision, a Pega resolve uma questão importante do quebra-cabeça da automação, implementando RPA avançada em escala global. Ao tornar os bots mais rápidos, fáceis de implantar e duráveis, a RPA se tornará uma parte mais confiável da estratégia de automação de ponta a ponta de qualquer empresa."

Com a X-ray Vision, a Pega expandirá sua abordagem patenteada de Deep Robotics a RPA, que vincula o bot de maneira durável aos controles nativos de aplicações, em vez de ao nível de superfície. De acordo com a empresa, as novas capacidades aproveitarão os algoritmos de Inteligência Artificial para torná-la mais fácil e ágil do que as soluções atuais disponíveis para criação de novos bots e mantê-los funcionando.

CIO2503

E-book por:

A X-ray Vision resolverá de maneira exclusiva os dois maiores problemas que os usuários de RPA enfrentam hoje para:

  • Automatizando a manutenção de bot quebrado: A pesquisa sobre RPA da Pega descobriu que os desenvolvedores gastam mais tempo consertando bots do que esperavam, o que torna a manutenção de bot um dos principais problemas da RPA. Usando a Inteligência Artificial da Pega, a X-ray Vision detectará quando os bots quebram e os corrigirá em tempo real. O machine learning atualiza continuamente o modelo de IA para melhorar a maneira como identifica e corrige bots interrompidos ao longo do tempo.
  • Tornando a criação complexa de bot, rápida e fácil: Qual o maior desafio da RPA para as organizações? A pesquisa da Pega descobriu que a distribuição de bots está no topo da lista, mesmo para as abordagens mais simples para RPA. A automação de aplicações mais complexas requer métodos de RPA mais avançados e demorados, como identificação manual dos controles da aplicação. A Pega elimina esse esforço manual utilizando a IA para automatizar o controle de identificação.

A RPA da Pega integra a Pega Infinity, suíte de software de transformação digital que automatiza tarefas repetitivas executadas através da interface do usuário de aplicações corporativas. A RPA da Pegasystems usa sua Deep Robotics para automatizar aplicações a nível do código (code level), o que resulta em automação robótica mais rápida, precisa e resiliente em escala, diz a empresa.

Tags

Vai um cookie?

A CIO usa cookies para personalizar conteúdo e anúncios, para melhorar sua experiência em nosso site. Ao continuar, você aceitará o uso. Para mais detalhes veja nossa Política de Privacidade.

Este anúncio desaparecerá em:

Fechar anúncio

15