Home > Carreira

Para diretora de TI da Dow Química, é preciso ter foco nas pessoas

“Se você tem pessoas felizes e satisfeitas, consegue extrair o melhor delas", diz diretora de TI da Dow, Adriana Valerio

Luiz Mazetto

05/04/2019 às 18h53

Foto: Divulgação

Com mais de 20 anos de experiência em tecnologia, a Diretora de Infraestrutora de TI da Dow Química, Adriana Valerio, decidiu entrar na área após um conselho de família. Quando terminou o Ensino Médio, então chamado de colegial, Adriana estava dividida. “Gostava de TI e também de tradução e interpretação de texto. Aí um tio falou: ‘Primeiro você precisa fazer o que vai te sustentar’”, relembra a executiva, que aponta que o setor já era promissor na época.

Apesar de nunca ter chegado a estudar tradução e interpretação de texto, uma vez que se formou em Ciência da Computação na faculdade, ela destaca que conseguiu cobrir esse desejo de outra forma. E isso aconteceu justamente por sua atuação na área de TI (Tecnologia da Informação), uma vez que precisa se comunicar em inglês na maior parte do tempo em sua função.

Mais recentemente, Adriana, que também possui especialização em Administração Industrial, expandiu ainda mais o seu foco de atuação na Dow. Desde 2015, além de comandar a área de TI local da companhia, a executiva também passou a atuar como diretora do setor de facilities da empresa química.

E o dia em que iria começar a atuar em facilities, inclusive, foi marcado por um dos momentos mais importantes da sua vida. “O meu telefone tocou e era a Vara da Infância e Juventude me dizendo que a minha vaga tinha chegado, que eu podia adotar”, relembra Adriana, que então saiu em licença maternidade para ficar com o filho. No retorno, assumiu definitivamente a área de facilities.

Segundo ela, o suporte fornecido pela empresa foi essencial durante o ano seguinte, que considera como um período de adaptação em meio às mudanças. “Você acaba revisitando as suas prioridades, tanto profissional quanto como mulher”, afirma a executiva, que diz que a sua produtividade aumentou nos últimos anos. “Foi um aprendizado para fazer o meu tempo na empresa ser muito mais produtivo do que era antes.”

Para ela, o seu background em tecnologia foi um facilitador na hora de assumir a área de facilities. “A grande sacada é que qualquer projeto de facilities que você vai fazer, seja um novo escritório ou uma mudança de layout, acaba tocando a parte de infraestrutura de TI, já que você precisa de cabeamento, de wireless”, explica.

Em ambas as áreas, a diretora chama a atenção para a importância de ter sempre foco nas pessoas. “Se você tem pessoas felizes e satisfeitas, consegue extrair o melhor delas. Se você demonstra se preocupar genuinamente pelo bem-estar delas e pelo desenvolvimento de suas carreiras, então você conquista qualquer equipe. Esse foi o principal aprendizado que tive na minha carreira.”

Junte-se a nós e receba nossas melhores histórias de tecnologia. Newsletter Newsletter por e-mail