Fazer login no IT Mídia Redefinir senha
Bem-vindo de volta,
Digite seu e-mail e clique em enviar
Ainda não tem uma conta? Cadastre-se
Salvar em Nova pasta de favoritos

+

Criar pasta
Salvar Escolher Pasta
Para além das tecnologias, futuro do trabalho precisa incluir as pessoas
Home > Carreira

Para além das tecnologias, futuro do trabalho precisa incluir as pessoas

Para CIO da IBM, Luciano Faustinoni, transformação digital cobra agilidade e exige mudanças na cultura da TI

Mônica Wanderley

02/06/2020 às 12h00

Foto: Divulgação

“Casa de ferreiro, espeto de pau” é um ditado que a IBM não deseja que se aplique aos seus negócios. Há cinco anos, a companhia iniciou um projeto interno de transformação digital para se adequar às demandas do mercado. E Luciano Faustinoni, CIO da IBM para América Latina que, na época, respondia como líder de aplicações —pôde acompanhar de perto esse momento de mudança da empresa.

“Percebemos a necessidade de transformar a cultura de TI para uma cultura mais ágil, até mesmo para estarmos preparados para atender ao mercado com os padrões que começavam a ser exigidos” explica. Desde então, a empresa vem realizando diversas melhorias internas até chegar aos dois projetos responsáveis por conceder à Faustinoni o prêmio de Executivo de TI do Ano 2020, da IT Mídia e Korn Ferry, na categoria Indústria Digital: TI e Telecom. O primeiro foi redefinir toda a arquitetura de sistemas da empresa para um modelo híbrido na nuvem e o segundo a expansão da cultura digital da marca.

O futuro já chegou

Para modernizar a arquitetura interna (que conta com sistemas legados que chegam aos 25 anos de vida), a companhia nomeou um responsável pela área, que ficou encarregado de criar soluções baseadas em nuvem capazes de conversar com os sistemas antigos e proporcionar uma melhor experiência para os usuários.

“Um exemplo que posso citar é o portal que temos para uso de parceiros que fazem o processo de vendas de hardware”, contextualiza o CIO. “Trata-se de uma aplicação nativa na nuvem, mas ao ser conectada com aplicações legadas, consegue fornecer mais informações aos usuários, permitindo que eles acompanhem todo o processo.”

CIO2503

E-book por:

Já no aspecto de mudança de cultura, a companhia realizou transformações em diversas esferas: investiu na capacitação de profissionais que já eram “de casa” e trouxe profissionais especializados em tecnologias pouco exploradas na empresa. Ao mesmo tempo, foram realizados workshops de conscientização e capacitação para assuntos como inteligência artificial, ciência de dados e blockchain. Em 2019, afirma Faustinoni, foram mais de 20 mil horas de capacitação apenas para a equipe de TI.

Para ler o perfil e o case completo, acesse o site IT Forum 365.

Tags
Vai um cookie?

A CIO usa cookies para personalizar conteúdo e anúncios, para melhorar sua experiência em nosso site. Ao continuar, você aceitará o uso. Para mais detalhes veja nossa Política de Privacidade.

Este anúncio desaparecerá em:

Fechar anúncio

15