Home > Gestão

Obama cria área para coordenar a segurança digital dos EUA

De acordo com o presidente norte-americano, a iniciativa tem o intuito de evitar ataques cibernéticos ao governo, bases militares e setor privado

Redação do IDG Now!

29/05/2009 às 17h18

Foto:

Durante uma entrevista coletiva, realizada hoje (1º de junho), o presidente dos Estados Unidos, Barack Obama, divulgou uma proposta para aumentar a segurança da infraestrutura digital do seu país.

Leia reportagem especial sobre segurança da informação

Como parte das iniciativas, Obama anunciou a criação de um cargo para coordenar a cibersegurança (segurança virtual) da Casa Branca, que vai responder pela supervisão de uma estratégia nacional para proteger os interesses dos cidadãos norte-americanos nos ambientes virtuais.

“O futuro coordenador será responsável pela integração de todas as políticas de segurança cibernética do governo, e essa pessoa será escolhida pelo presidente”, disse Obama.

Ele descreveu a ideia como uma tentativa de oferecer um alto nível de segurança cibernética ao governo, bases militares e ao setor privado - principais alvos de ataques de crackers, segundo o presidente.

"Não estamos tão preparados como deveríamos estar", afirmou, salientando que atualmente ninguém é responsável pela supervisão da cibersegurança do governo dos EUA. "Essa situação já não é aceitável", complementou Obama.

Quanto ao perfil do coordenador de cibersegurança, ele será um membro do Conselho de Segurança Nacional, que ficará encarregado de relatar a situação da proteção tanto para a Agência de Segurança Nacional (NSA, na sigla em inglês) quanto para o conselho econômico da Casa Branca. A meta é ter alguém com acesso direto ao presidente para discutir os planos de cibersegurança e estudar mudanças em todos os órgãos governamentais, se necessário.

Junte-se a nós e receba nossas melhores histórias de tecnologia. Newsletter Newsletter por e-mail