Fazer login no IT Mídia Redefinir senha
Bem-vindo de volta,
Digite seu e-mail e clique em enviar
Ainda não tem uma conta? Cadastre-se
Salvar em Nova pasta de favoritos

+

Criar pasta
Salvar Escolher Pasta
O que você precisa saber sobre o human-centered design para impulsionar os negócios
Home > Carreira

O que você precisa saber sobre o human-centered design para impulsionar os negócios

O HCD é uma estrutura de design centrada nos desejos e necessidades do usuário final. Sua implementação pode ajudar nas experiências do cliente

Sarah K. White, CIO EUA

09/03/2020 às 8h19

Foto: Shutterstock

O Human-Centered Design (HCD ou design centrado no homem) é uma estrutura de design para a criação de produtos, serviços, hardware e software criado para atender às necessidades específicas de clientes e usuários.

O HCD é normalmente usado em tecnologia no desenvolvimento de produtos ou serviços destinados a aliviar problemas ou questões, especialmente relacionados à saúde. Seja criando aplicativos mais amigáveis ​​possível - para que as pessoas realmente os usem - ou projetando produtos de acessibilidade para atender a uma deficiência específica ou necessidade de saúde.

O design centrado no ser humano foca primeiro no ser humano. Em vez de tentar projetar produtos ou serviços com lucros, economia ou estética, o objetivo é criar hardware, software, produtos e serviços que, fundamentalmente, levem em consideração o usuário final. Se seu objetivo final é criar um produto que as pessoas desejem usar, então será importante que você adote o HCD desde o início do processo de desenvolvimento.

Processo de design centrado no homem

Como estrutura de design, o HCD exige empatia e muita reflexão durante todo o processo de design. Não é uma estrutura que leva você de A a Z, com etapas específicas a serem seguidas. Se você deseja desenvolver os melhores produtos possíveis com a estrutura do HCD, terá que transitar entre as fases e voltar regularmente à prancheta.

CIO2503

E-book por:

O design centrado no ser humano tem mais a ver com entrar na cabeça do público-alvo, a fim de desenvolver soluções que ajudarão os usuários a serem mais produtivos, eficientes ou confortáveis.

Princípios do Human-Centered Design

O principal objetivo do HCD é criar produtos que as pessoas desejam usar porque, em última análise, quanto mais utilizável o produto final, maior a probabilidade de que você tenha clientes dispostos a pagar por ele. O HCD pode melhorar seus produtos, mas também pode aumentar seus lucros, pois as pessoas normalmente desejam pagar mais por produtos, serviços, hardware e software bem desenvolvidos, fáceis de usar e projetados intuitivamente.

Embora não haja regras rígidas para seguir a estrutura HDC, existem alguns princípios gerais que você vai querer seguir ao adotar essa estrutura. Os princípios básicos do design centrado no homem incluem:

Uma dedicação em melhorar a experiência do usuário, reduzir o estresse e evitar desconforto para os usuários finais. Isso inclui aumentar a acessibilidade e pensar além do usuário comum ao decidir sobre os recursos e elementos de design.

Melhore a produtividade de seus usuários criando produtos e serviços projetados para serem intuitivos, naturais e fáceis de usar, o que também pode ajudar a reduzir os custos associados ao treinamento e suporte.

Crie uma vantagem competitiva para sua empresa ou marca, estabelecendo-se como líder em design centrado no homem e mostrando que você se dedica a desenvolver produtos e serviços que realmente consideram seus clientes.

Mantenha o foco na sustentabilidade no desenvolvimento de seus produtos - criando produtos com menor impacto ambiental e criando produtos que manterão os clientes satisfeitos a longo prazo e que podem crescer e se transformar junto com a indústria e a tecnologia.

Human-Centered Design vs. design thinking

O Human-Centered Design compartilha muitas semelhanças com a metodologia do Design Thinking, mas existem diferenças específicas que distinguem os dois. O Human-Centered Design e o Design Thinking têm forte ênfase na empatia, pois ambos buscam descobrir o que o usuário ou cliente precisa ou deseja e, então, tornam esse o foco principal do processo de desenvolvimento. Mas a principal diferença entre os dois é que o HCD funciona como uma estrutura e o Design Thinking como uma abordagem para essa estrutura.

O Design Thinking é descobrir novos caminhos para criar ou projetar protótipos para testar e refinar repetidamente produtos. É mais focado no usuário, cliente ou consumidor - e, embora tenha enfoque na empatia, não é focado especificamente em seres humanos. Por exemplo, com o Design Thinking, se você estiver criando um processo ou serviço para ajudar a melhorar a IA ou um serviço de tecnologia, talvez seja necessário entrar na “cabeça” da Inteligência Artificial ​​ou avaliar processos em vez de gastar tempo considerando um objetivo “humano-usuário-final”.

O Human-Centered Design, por outro lado, concentra-se especificamente nos seres humanos e se identifica com o que os seres humanos precisam e desejam de produtos, serviços, hardware e software.

Trabalhos de Human-Centered Design

Embora você descubra que muitos trabalhos de design, especialmente em tecnologia, exigirão conhecimento de Human-Centered Design, há alguns trabalhos em que esse será o foco central da sua carreira. Os trabalhos que exigem habilidades Human-Centered Design incluem:

  • Pesquisadores de UX
  • Arquitetos UX
  • Designers de UX
  • Designer de interação
  • Designer centrado no usuário
  • Coordenadores de design e projeto
  • Consultor de gerenciamento de mudanças organizacionais
  • Diretor de design ou criativo

Cursos de Human-Centered Design

O design centrado no homem é uma habilidade importante em tecnologia, especialmente se você trabalha em qualquer tipo função criativa ou de desenvolvimento. E, embora não seja formado especificamente em Human-Centered Design, você pode aprimorar suas habilidades e obter destaque para seu currículo por meio de vários cursos e oficinas de treinamento projetados para ensinar os fundamentos do HCD.

Se você estiver interessado em fazer um curso sobre Human-Centered Design, aqui estão algumas opções populares atualmente disponíveis:

  • O MIT oferece um curso de dois dias de Liderança por Design
  • Plus Acumen oferece um curso on-line gratuito no processo de Human-Centered Design;
  • A John Hopkins University oferece um certificado executivo em inovação e Human-Centered Design;
  • A IDEO oferece seu curso Insights for Innovation para Human-Centered Design;
  • O Instituto Luma oferece treinamento em Human-Centered Design;
  • Human-Centered Design do Coursera: uma introdução é oferecida pela UC San Diego.

Tags
Vai um cookie?

A CIO usa cookies para personalizar conteúdo e anúncios, para melhorar sua experiência em nosso site. Ao continuar, você aceitará o uso. Para mais detalhes veja nossa Política de Privacidade.

Este anúncio desaparecerá em:

Fechar anúncio

15