Home > Tendências

O que vem por aí em tecnologia em 2019, nos países desenvolvidos?

A questão de quais tecnologias irão florescer ou fracassar em 2019 é difícil, mas os profissionais de TI seguem acreditando que 2019 será promissor

Peter Tsai *

28/12/2018 às 17h37

Foto: Shutterstock

A tecnologia muda em um ritmo tão veloz que um ano pode fazer um mundo de diferença. Freqüentemente, os desenvolvimentos são tão significativos, e mudam tanto a paisagem, que a "tecnologia mais quente" do ano passado pode parecer completamente desatualizada. Por exemplo, vimos as criptomoedas passarem de crista da onda à espuma e as expectativas de realidade virtual fracassarem. Nós também assistimos ex-queridinhos de tecnologia perderem espaço, como aconteceu com o Snapchat.

A questão de quais tecnologias irão florescer ou fracassar em 2019 é difícil, mas os profissionais de TI - que trabalham na linha de frente da tecnologia de negócios - acreditam que o próximo ano será promissor. À medida que o ano chega ao fim, vamos voltar nossa atenção para as tendências que estarão à frente no próximo ano para muitas empresas em todo o mundo.

Taxas de adoção de Blockchain dobrarão nas grandes empresas
Nos últimos anos, o Blockchain foi uma das buzzwords mais ouvidas. É um conceito interessante na teoria, mas algo que parece estar longe da implementação real. No entanto, em 2018, as aplicações da Blockchain na vida real aconteceram em vários setores, desde a fabricação até a mídia, passando pelo mercado financeiro. E o uso do Blockchain pelos negócios pode crescer ainda mais no ano que vem.

Pesquisas recentes sobre adoção de tecnologia na América do Norte e na Europa mostraram que, até o final de 2019, o uso de Blockchain em grandes empresas quase dobrará para 48%, e até o final de 2020, 56% das grandes empresas esperam usar a tecnologia, de uma forma ou outra. Com  Mastercard e BP tentando implementar soluções de Blockchain e provedores de nuvem como Microsoft e Amazon tornando mais fácil para qualquer organização usar a tecnologia, parece que 2019 pode ser o ano em que veremos a tecnologia sendo usada, enfim, de forma significativa.

A regulamentação incentivará a inovação
O relatório "The 2019 State of Future Tech in the Workplace", da Spiceworks, mostra que, em comparação com suas contrapartes norte-americanas, as empresas europeias planejam adotar tecnologias emergentes (como infraestrutura hiperconvergente, containers, computação sem servidor e Edge Computing) em um ritmo mais rápido. Provavelmente, um resultado do GDPR, que forçou as organizações a analisar com atenção a infraestrutura de TI (potencialmente desatualizada) em seus esforços para se tornarem compatíveis. O que é um passo positivo.

Assim, embora a introdução do GDPR tenha sido uma dor de cabeça para muitas organizações - resultando em algumas empresas se retirarem completamente da Europa e outras passarem a bloquear visitantes europeus em seus sites - o foco crescente em tecnologia da informação parece beneficiar as empresas europeias.

Por exemplo, a Califórnia aprovou recentemente um ato de privacidade que deve entrar em vigor em 2020. Então, talvez em breve, a regulamentação incentivará as organizações de outras regiões a buscarem novas maneiras de inovar e modernizar também.

Rede WiFi Gigabit alcançará adoção em massa
Qualquer um que esteja conectado a uma rede WiFi lenta em um café lotado sabe que a tecnologia de rede sem fio - especialmente iterações mais antigas - pode deixar muito a desejar. Recentemente, novas versões de WiFi compatíveis com gigabit, como os padrões 802.11ac e 802.11ax (recentemente chamadas de WiFi 5 e WiFi 6) foram desenvolvidas para atender às crescentes necessidades por consumo de dados.

Oferecendo conectividade mais confiável, as tecnologias WiFi gigabit também podem oferecer suporte a um número maior de dispositivos simultâneos e taxas de transferência de dados mais altas. Até o final de 2019, quase metade das empresas usarão gigabit no local de trabalho, e podemos esperar que 61% das organizações façam a mudança até o final de 2020.

O mercado de trabalho de tecnologia será favorável
Olhando para além das tendências tecnológicas emergentes, 2019 também está se preparando para ser um bom momento para procurar um emprego na indústria de tecnologia. No próximo ano, muitas organizações buscarão fortalecer os departamentos de TI.

Com um em cada quatro profissionais de TI também planejando procurar um novo emprego no próximo ano, deve haver uma boa movimentação no mercado de trabalho de tecnologia. E, muitas vezes, mudar de emprego é uma oportunidade para os trabalhadores buscarem salários mais altos e melhores oportunidades de crescimento profissional.

2019 será um ano para lembrar
Mesmo que o futuro seja difícil de prever, os profissionais de TI sabem que os próximos 12 meses devem ser promissores para o setor de tecnologia em todo o mundo. Segundo eles, 2019 será um ano em que novas tecnologias passarão ao estágio de adoção em massa.

Ao mesmo tempo, as empresas na Europa vão se concentrar em TI e novas tecnologias mais do que seus pares na América do Norte. Esse feliz efeito colateral da regulamentação na Europa, além de um mercado de trabalho saudável em todo o mundo na indústria de TI, será um ano empolgante em tecnologia.

 

(*) Peter Tsai é analista sênior de tecnologia da Spiceworks.

Junte-se a nós e receba nossas melhores histórias de tecnologia. Newsletter Newsletter por e-mail