Fazer login no IT Mídia Redefinir senha
Bem-vindo de volta,
Digite seu e-mail e clique em enviar
Ainda não tem uma conta? Cadastre-se
Salvar em Nova pasta de favoritos

+

Criar pasta
Salvar Escolher Pasta
O que líderes de tecnologia estão fazendo para liderar suas equipes à distância?
Home > Gestão

O que líderes de tecnologia estão fazendo para liderar suas equipes à distância?

Liderança está sendo redefinida, à medida que os executivos de TI passam a supervisionar as operações de TI em casa

Sarah K. White, CIO (EUA)

19/05/2020 às 16h53

Foto: Shutterstock

Em meio à quarentena, líderes executivos se viram na posição incômoda de liderar de casa. Tradicionalmente, a liderança envolve reuniões presenciais, convivência individual com outros executivos e presença física em toda a organização, o que ajuda a criar confiança com os funcionários da empresa.

Com as reuniões e o trabalho diário movendo-se on-line enquanto os funcionários trabalham em casa, como os executivos de TI podem manter uma forte presença?

Mantenha-se atualizado sobre tecnologia, segurança e suporte

O primeiro passo para promover a confiança organizacional em sua capacidade de liderar a TI a partir de casa é garantir que as operações e o suporte de TI sejam executados de maneira suave e segura. E isso significa garantir que todos os departamentos tenham acesso ao que precisam para trabalhar remotamente.

Para a maioria das organizações, há uma boa chance de alguns departamentos serem "mais tecnicamente esclarecidos do que outros", diz Michael Coakley, CIO de White Plains, NY. É importante se comunicar com os chefes de departamento individualmente ou em videoconferências para descobrir quais departamentos precisam de mais ajuda para preparar os funcionários para o trabalho remoto.

Quando as pessoas estiverem bem equipadas para trabalhar em casa, você precisará considerar a segurança. Com os trabalhadores fora de seu ambiente típico, trabalhar em casa com filhos, cônjuges, colegas de quarto, animais de estimação e outras distrações podem fazer com que os funcionários deixem de lado a segurança de TI. Para evitar isso, a equipe de Coakley envia e-mails regulares de check-in aos funcionários com lembretes sobre preocupações de segurança, identificando tentativas de phishing e conselhos sobre como evitar links suspeitos.

CIO2503

E-book por:

Coakley também procurou garantir que todos soubessem que o departamento de TI estaria tão acessível quanto antes da quarentena. Sua equipe tomou medidas para configurar um sistema que envia e-mails e tickets de suporte técnico para vários canais, criando um "nível de redundância" para que as pessoas não fiquem esperando e sejam ajudadas o mais rápido possível.

Crie confiança virtualmente

Construir confiança com seus funcionários é um aspecto importante da liderança e é algo que normalmente acontece em nível pessoal, diz Patrick Kinsella, CTO e Vice-Presidente Sênior de Engenharia da Onepath. Sem esse "tempo de interação cara a cara", os líderes de TI provavelmente acharão mais difícil "construir e manter essa equidade no relacionamento", diz ele.

Para manter esse tipo de conexão virtualmente, a equipe de Kinsella participa de uma rápida videochamada no início do dia para entrar em contato. Todos os dias, eles escolhem uma pergunta que todos respondem durante a ligação, um ritual que sempre “resulta em uma história engraçada, e termina com a equipe rindo muitas vezes até o ponto das lágrimas”.

"Por mais clichê que pareça, 20 ou 30 minutos de tempo pessoal diário com seus subordinados diretos têm um efeito inacreditável no humor e no ânimo ao longo do dia", diz Kinsella. "Não estamos apenas trabalhando em casa - as pessoas estão passando por problemas pessoais, como ter membros da família como trabalhadores essenciais. Esses estressores adicionais tornam as relações interpessoais muito mais importantes”.

Coakley se comunica regularmente com sua equipe para reconhecer seus esforços e o trabalho árduo que eles estão fazendo durante um período difícil. Ele também aborda outros departamentos suportados pela TI, para que saibam que o departamento está pronto para lidar com qualquer dúvida ou preocupação.

Por fim, trata-se de dizer aos seus funcionários: "Estamos aqui para apoiá-lo e ajudaremos você a alcançar o que você precisa em casa, o que costumava conseguir no trabalho", diz Coakley.

Dê às pessoas tempo para trabalhar

Check-ins e reuniões regulares são uma expectativa razoável quando seu departamento fica remoto, mas evite sobrecarregar as pessoas com tantas reuniões virtuais que eles não consigam realizar seu trabalho.

Sarah Greenberg, Psicoterapeuta licenciada e Treinadora de Liderança da Betterup, sugere praticar o "essencialismo" quando se trata de reuniões. Isso significa manter as reuniões focadas e concisas, para que as pessoas ainda tenham bolsões de "tempo de fluxo" para realizar seu trabalho.

"Embora as reuniões consistentes sejam importantes, as pessoas ainda precisam desses bolsos de tempo em seus dias para um trabalho profundo, principalmente agora à luz da pandemia", diz ela. "As pessoas precisam de tempo para se conectar, não apenas com os colegas, embora isso seja muito importante, mas também com a família, com os amigos e com os entes queridos".

Isso pode significar redefinir a aparência da jornada de trabalho tradicional. Embora pareça desafiar sua capacidade de gerenciar todos os relatórios, dar aos funcionários a oportunidade de ajustar seu horário de trabalho de acordo com as circunstâncias pode render dividendos ao criar confiança. Você pode ter funcionários que lutam para trabalhar em casa devido a distrações e estressores externos. Eles podem querer ter a oportunidade de trabalhar à noite ou de manhã cedo, tirando uma folga no final do dia, quando for conveniente para a programação deles. Reportar que você confia que eles são capazes de concluir seu trabalho, independentemente do cronograma, pode ajudar a promover um relacionamento de respeito e confiança mútuos, que é vital para liderar à distância.

Incentivar o autocuidado e o equilíbrio entre vida profissional e pessoal

Embora os funcionários estejam trabalhando em casa, o equilíbrio entre vida profissional e pessoal pode ser mais importante agora do que nunca. Sem definição entre trabalho e casa, os funcionários podem se sentir sobrecarregados ou sentirem uma pressão para estarem "ligados" depois do expediente.

Uma maneira de evitar o desgaste é ter discussões claras e francas com seus funcionários sobre as expectativas durante esse período. Incentive os funcionários a fazer pausas quando precisarem, definir metas claras para a semana de trabalho e manter as linhas de comunicação abertas para os trabalhadores que possam estar lutando com a produtividade.

“Acho que a próxima coisa que os líderes poderiam fazer é promover autonomia e flexibilidade. Proporcionar às pessoas expectativas e diretrizes claras, mas, dentro disso, deixando muito espaço para elas decidirem como desejam realizar suas tarefas”, diz Greenberg.

Os líderes também precisam praticar o autocuidado

O autocuidado pode parecer a palavra de ordem de 2020, mas é igualmente importante para os líderes de TI praticarem o autocuidado - especialmente quando eles estão pregando para seus funcionários. Greenberg diz que "as emoções são contagiosas", mesmo à distância. Se a liderança está estressada, essa energia pode facilmente sangrar em sua equipe.

“Um líder simplesmente praticando o autocuidado, cuidando de sua própria mente e garantindo que eles estejam comprometidos de forma não-negociável para se manterem equilibrados, afetará positivamente o equilíbrio de sua equipe”, diz Greenberg.

Vai um cookie?

A CIO usa cookies para personalizar conteúdo e anúncios, para melhorar sua experiência em nosso site. Ao continuar, você aceitará o uso. Para mais detalhes veja nossa Política de Privacidade.

Este anúncio desaparecerá em:

Fechar anúncio

15