Home > Carreira

O que fazer após uma demissão: seus primeiros 90 dias

Você foi demitido? Antes de entrar em pânico, conheça alguns dos passos a serem seguidos para obter uma recolocação profissional ainda melhor

Network World, EUA

08/02/2008 às 18h33

Foto:

Você foi demitido? Antes de entrar em pânico, conheça alguns dos passos a serem seguidos para garantir um sucesso talvez ainda maior em sua carreira.

Não se irrite
Irritar-se e se isolar pode ser a sua primeira reação, mas andar pela empresa para negociar os termos da sua saída pode lhe render um melhor pacote de demissão, ou ao menos um pacote que atenda às suas necessidades imediatas, como dinheiro e a extensão de benefícios.

"O maior erro não é financeiro, mas psicológico", diz Andrew Tignanelli, presidente da consultoria financeira Financial Consulate. “As pessoas entram em pânico. Elas agem sem razão”, completa.

Férias pendentes e horas extras são protegidas por lei em muitos países, e é normalmente apenas uma questão de conversar com o responsável pelos recursos humanos da empresa. Mas você precisa colocar a cabeça no lugar antes, para aumentar as chances de conseguir o melhor.

Pegue os seus arquivos pessoais
Antes mesmo de pensar em encaixotar suas plantas, encontre uma forma de tirar os seus arquivos pessoais da empresa. Dispare alguns poucos e-mails para uma conta pessoal com esses arquivos anexados e exporte a sua lista de contatos.

Dê entrada no seguro-desemprego
Supere o estigma de ter sido demitido, diz Tignanelli, e dê a entrada imediatamente no seguro-desemprego. “Lidar com o governo é sempre um processo lento”, diz ele. Portanto, fazer isso rapidamente pode ajudá-lo a aliviar a dificuldade financeira durante o período em que procura por um novo emprego.

++++

Por exemplo, suas despesas com saúde subirão com o fim dos benefícios oferecidos pela empresa. Ou se você tem algum empréstimo subsidiado pela companhia, as cobranças aparecerão logo que você sair pela porta do escritório. Isso significa que você pode precisar deste dinheiro.

Busque ajuda profissional
Uma vez que você receberá um dinheiro extra – fundo de garantia, aviso prévio, férias, horas extras, fundo de garantia e outros benefícios que possam fazer parte do pacote estabelecido com a empresa, nada mais justo do que procurar a ajuda de profissionais especializados em três áreas, sugere Tignanelli.

São elas consultoria financeira, headhunting e recrutamento, e suporte psicológico. Ele diz que muitas pessoas subestimam os reais efeitos psicológicos de uma demissão. “As pessoas que conseguem enxergar a demissão como uma oportunidade, e não um trauma, são aquelas que saem de cabeça erguida e conseguem algo melhor depois”, diz Tignanelli.

Peça referências
Recrutadores concordam que acrescentar referências fortes ao currículo é uma forma de reforçá-lo expressivamente. E uma boa referência significa mais do que apenas o e-mail de contato de alguém que apenas lembre o seu nome.

Dedique um pouco de tempo refazendo contatos com colegas, professores e mentores do passado para atualizá-los sobre os seus objetivos e experiências. Isso não só resultará em um currículo mais forte, como tira você da “toca” e recoloca o seu nome em seus radares profissionais.

Esta também é uma boa desculpa para ligar novamente para o seu headhunter, passando-lhe as atualizações, uma prática que Tignanelli recomenda fortemente. “Quanto mais a pessoa aparece para nós, mais fácil é de mantê-la em menta para um cargo”, explica.

Conheça seu novo chefe
Você é seu novo chefe. Você está trabalhando para si mesmo, e o emprego é divulgar um candidato promissor. Da mesma forma como você faria com qualquer outro emprego, estabeleça um espaço profissional na sua casa e horas regulares de trabalho.

Os especialistas recomendam que aqueles em busca de emprego também mantenham um controle do processo de recolocação em sites de relacionamento profissional e buscas de emprego. Mesmo que você tenha contratado um headhunter, os especialistas recomendam que continue fazendo a sua própria busca pelo emprego. Não assuma apenas que aquela pessoa fará isso por você. É você quem está no controle da sua carreira, alerta os especialistas.

 

Junte-se a nós e receba nossas melhores histórias de tecnologia. Newsletter Newsletter por e-mail