Home > Tendências

O futuro do desenvolvimento de aplicativos está na multiexperiência

Segundo Gartner, apps são projetados para ter o maior impacto no sucesso dos negócios até 2020

Da Redação

09/04/2019 às 14h30

Foto: Shutterstock

Os fornecedores de plataformas de desenvolvimento estão expandindo sua proposta de valor para além dos aplicativos móveis e desenvolvimento com objetivo de atender às demandas dos usuários e do setor. Dessa forma, o Gartner prevê que o futuro do desenvolvimento de aplicativos está na multiexperiência.

Para Jason Wong, vice-presidente de pesquisa da consultoria, o resultado é o surgimento de plataformas de desenvolvimento multiexperiência, que são usadas no desenvolvimento de aplicações de chat, voz, realidade aumentada (RA) e wearables que apoiarão o negócio digital.

A Gartner também nota que, apesar de os navegadores web representarem o maior ponto de contato dos aplicativos, os apps móveis estão em ascensão. Assim, conforme são lançados novos dispositivos imersivos (a lista vai de smartwatches, a smartphones e dispositivos de voz), novos modos de interação são introduzidos na jornada do usuário digital. Com isso, os usuários podem se comunicar por meio desses apps a partir de toque, gestos, linguagem natural, dentre outras possibilidades.

Um estudo conduzido pela empresa em 2018, revela que aplicativos móveis são projetados para ter o maior impacto no sucesso dos negócios até 2020. Dentre as empresas que desenvolveram e implantaram pelo menos três tipos diferentes de aplicativos (exceto aplicativos da web), os mais comuns são os aplicativos móveis (91%).

"Esses números são mais altos do que qualquer outro tipo de aplicativo sobre o qual perguntamos e sugerem que a maturidade do desenvolvimento de aplicativos para dispositivos móveis é necessária para a expansão em outras modalidades de interação", acrescentou Wong.

Em segundo lugar, aparecem entre os mais desenvolvidos os apps de conversa, com 73% para aplicativos de voz e 60% para chatbots. Na visão de Wong, isso reflete a evolução natural das funções de aplicativos para suportar a jornada do usuário digital em dispositivos e modos orientados por linguagem natural.

Quanto à tecnologia mais utilizada para suportar o desenvolvimento de aplicativos multiexperiência, os serviços de Inteligência Artificial (AI) hospedados em nuvem lideram os desenvolvimentos (61%), seguidos por desenvolvimento nativo de iOS e Android (48%) e serviços de back-end móveis (45%).

A pesquisa também mostra que o principal entrave para a construção de aplicativos multiexperiência mais atraentes é a necessidade de alinhamento entre as áreas de negócios e TI. O desafio foi citado por 40% dos entrevistados. As habilidades de desenvolvimento e experiência do usuário também são uma barreira para 24% dos respondentes.

“A lacuna de habilidades em relação às tecnologias emergentes não pode ser exagerada ao discutir os inibidores da expansão de iniciativas digitais, incluindo a estratégia de desenvolvimento multiexperiência”, completou Wong.

Junte-se a nós e receba nossas melhores histórias de tecnologia. Newsletter Newsletter por e-mail