Fazer login no IT Mídia Redefinir senha
Bem-vindo de volta,
Digite seu e-mail e clique em enviar
Ainda não tem uma conta? Cadastre-se
Salvar em Nova pasta de favoritos

+

Criar pasta
Salvar Escolher Pasta
Você sabe o que é computação confidencial e como ela pode aumentar a nossa privacidade?
Home > Notícias

Você sabe o que é computação confidencial e como ela pode aumentar a nossa privacidade?

Computação confidencial permite que você tenha total autoridade e privacidade em sua computação

Por Roberto Engler*

30/04/2021 às 14h02

nuvem, segurança
Foto: Adobe Stock

A privacidade sempre foi uma prioridade para os consumidores, especialmente agora que conduzimos nossas vidas principalmente por meio de interações digitais. No último ano, temos realizado desde negócios e transações bancárias até aulas e consultas médicas de maneira virtual. Como um impacto direto disso, muitas empresas, grandes e pequenas, abraçaram a transformação digital e estão adotando a nuvem para possibilitar essas experiências e interações.

Por isso, mais do que nunca, os líderes de negócios estão agora focados na questão de proteção de dados e garantia de privacidade para os trilhões de interações digitais que acontecem a cada minuto. Durante a pandemia, os ataques cibernéticos baseados na nuvem aumentaram 630% entre janeiro e abril de 20201. A cada poucas semanas, vemos uma violação de segurança nas notícias do Brasil, então não é de surpreender que CIOs e CSOs fiquem acordados à noite pensando em como executar cargas de trabalho em um ambiente de nuvem em que confiam para fornecer interações seguras e sem atrito para os consumidores. Isso é especialmente verdadeiro em setores altamente regulamentados, como serviços financeiros, telecomunicações, governo e saúde, que administram dados vitais.

A computação confidencial é a maneira que as empresas usam para atingir esse nível de segurança. Se você é um CIO ou líder em tecnologia, a computação confidencial permite que você tenha total autoridade e privacidade em sua computação, código e dados, mesmo quando executado em um ambiente de nuvem. Ninguém além de você, e somente você tem acesso a esses dados. Ela fornece maior garantia de que os dados estão protegidos e visíveis apenas para seu proprietário e ninguém mais, nem mesmo o fornecedor de nuvem que está hospedando os dados - mesmo durante o processamento. Os dados são protegidos em trânsito, em repouso e em uso.

Com a computação confidencial, você pode executar em um ambiente de computação em nuvem onde há outras pessoas também executando cargas de trabalho, mas ainda tem total privacidade e autoridade sobre o que está fazendo, efetivamente em um enclave.

Uma maneira de pensar sobre isso é como um escritório em um prédio comercial. O escritório é um local privado e seguro onde você pode fazer uma reunião. Há vários outros escritórios naquele prédio também, mas você pode trancar a porta e ter uma reunião privada em seu escritório e ninguém terá acesso às suas discussões, mesmo que você esteja no mesmo prédio. Os proprietários do prédio comercial e os inquilinos de outros escritórios não sabem o que está acontecendo em seu escritório. Neste caso de computação confidencial, a nuvem é o prédio de escritórios e o enclave é o escritório.

Com a mudança massiva e a confiança nas interações digitais em muitos aspectos da vida, as empresas precisam ter certeza de que cada transação digital que realizam é segura e sem interrupções.

As organizações precisam permanecer administradores confiáveis dos dados de outras pessoas para que, como consumidores, tenhamos confiança em todas as interações digitais e na nossa privacidade, bem como a garantia de que as nossas informações continuarão a ser nossas informações.

*Roberto Engler é Líder de IBM Security Brasil

Snippets HTML5 default Intervenções CW
Vai um cookie?

A CIO usa cookies para personalizar conteúdo e anúncios, para melhorar sua experiência em nosso site. Ao continuar, você aceitará o uso. Para mais detalhes veja nossa Política de Privacidade.

Este anúncio desaparecerá em:

Fechar anúncio

15