Fazer login no IT Mídia Redefinir senha
Bem-vindo de volta,
Digite seu e-mail e clique em enviar
Ainda não tem uma conta? Cadastre-se
Salvar em Nova pasta de favoritos

+

Criar pasta
Salvar Escolher Pasta
Salesforce mira nuvens públicas com Hyperforce
Home > Notícias

Salesforce mira nuvens públicas com Hyperforce

Gigante de CRM está dando os primeiros passos para mover clientes de seus próprios data centers para os de seus parceiros de nuvem pública

Scott Carey, Infoworld

03/12/2020 às 18h07

Foto: Adobe Stock

A Salesforce reformulou sua infraestrutura subjacente para fazer todas as suas soluções de CRM rodarem na nuvem pública como parte de um programa que chama de Hyperforce.

O Hyperforce pode não ter sido o anúncio principal da Salesforce durante a Dreamforce deste ano - a grande conferência anual da gigante de CRM - mas para os profissionais de TI encarregados de gerenciar plataformas de CRM, é importante.

Vale lembrar que a Salesforce tem um forte relacionamento com o provedor de infraestrutura como serviço Amazon Web Services (AWS) e também construiu relacionamentos com Microsoft Azure, Alibaba Cloud e Google Cloud Platform nos últimos anos.

Para clientes que optam por mudar para o Hyperforce, a Salesforce mudará seu Sales Cloud, Service Cloud, Marketing Cloud, Commerce Cloud, Industries e outros produtos de CRM, completos com personalizações e controles de segurança existentes, para a nuvem pública de acordo com as necessidades específicas de residência de dados e outros fatores ainda obscuros.

CIO2503

E-book por:

“Atualmente, a Salesforce determina quais provedores de nuvem e serviços específicos são usados ​​em cada local”, disse um porta-voz da Salesforce à InfoWorld.

Resumindo, a Salesforce está procurando tornar mais fácil para os clientes moverem seu CRM para a nuvem pública, onde eles obtêm acesso a maior flexibilidade e resiliência, bem como controles refinados de residência de dados para cumprir qualquer conformidade local ou necessidades regulatórias. O Hyperforce também é compatível com versões anteriores, então os desenvolvedores não precisarão arquitetar novamente nenhum aplicativo personalizado para rodar no Hyperforce.

A arquitetura de segurança do Hyperforce se conecta aos controles de identidade existentes e fornece criptografia em repouso e em trânsito. As certificações de conformidade de segurança serão transferidas como padrão.

O COO da Salesforce, Bret Taylor, anunciou a nova plataforma durante o Dreamforce, aclamando-a como a maior mudança que a empresa SaaS fez desde sua fundação em 1999. Taylor também elogiou “parcerias com todos os incríveis fornecedores de nuvem pública para permitir que você trabalhe em todas as regiões que fizer o negócio."

De acordo com o relatório anual de 2020 da Salesforce, a empresa atualmente fornece “a maioria dos nossos serviços aos nossos clientes de infraestrutura projetada e operada por nós, mas protegida em instalações de data center de terceiros. Em combinação com essas instalações de data center de terceiros, também executamos nossos serviços em parceiros de plataforma de computação em nuvem que oferecem Infraestrutura como serviço, incluindo servidores, armazenamento, bancos de dados e rede. ”

“O Hyperforce é um projeto de longo prazo. A Salesforce continuará a manter a infraestrutura e os data centers existentes por um longo período de tempo ”, disse um porta-voz à InfoWorld.

Jason Wong, vice-presidente e analista da equipe de design e desenvolvimento de aplicativos do Gartner, vê o anúncio do Hyperforce como "o culminar de muitos anos de modernização da arquitetura e infraestrutura que a Salesforce estava fazendo para aprimorar sua plataforma subjacente que alimenta seus principais produtos SaaS CRM".

“Isso permite que a Salesforce reduza a dependência da execução de certos produtos em seus próprios data centers e, potencialmente, seus custos de infraestrutura ao longo do tempo”, acrescentou Wong. “Como o crescimento da Salesforce vem mais de mercados internacionais, a flexibilidade para oferecer suporte a implantações de nuvem regionais e cobertura multicloud em todas as regiões é uma parte importante do Hyperforce.”

O Hyperforce está ativo hoje na Índia e na Alemanha, com disponibilidade chegando a mais 10 países no próximo ano. Os clientes que decidirem mudar para o Hyperforce atualmente não pagarão mais do que a configuração existente.

Vai um cookie?

A CIO usa cookies para personalizar conteúdo e anúncios, para melhorar sua experiência em nosso site. Ao continuar, você aceitará o uso. Para mais detalhes veja nossa Política de Privacidade.

Este anúncio desaparecerá em:

Fechar anúncio

15