Fazer login no IT Mídia Redefinir senha
Bem-vindo de volta,
Digite seu e-mail e clique em enviar
Ainda não tem uma conta? Cadastre-se
Salvar em Nova pasta de favoritos

+

Criar pasta
Salvar Escolher Pasta
Pandemia: só 16% das empresas investiram mais em cibersegurança
Home > Notícias

Pandemia: só 16% das empresas investiram mais em cibersegurança

Estudo da Marsh encomendado pela Microsoft mostrou que 76% das empresas brasileiras tem funcionários trabalhando com dispositivos pessoais

Marcelo Gimenes Vieira

11/02/2021 às 20h20

Foto: Adobe Stock

Quando veio a pandemia, parte expressiva das empresas não estava preparada para a migração massiva de funcionários e não foi capaz de fornecer dispositivos corporativos seguros para o home office. Tanto é verdade que 70% das empresas na América Latina admite ter funcionários trabalhando com dispositivos pessoais – no Brasil o número é ainda maior, 76%, muito embora 35% delas digam que esse número é inferior a um quarto do total.

Para lidar com o novo cenário, as empresas tiveram que investir. No Brasil 16% aumentaram o orçamento destinado a segurança, enquanto na América Latina foram 24%.

Os dados fazem parte de um estudo realizado pela Marsh Brasil em parceria com a Microsoft. Foram ouvidas cerca de 640 empresas da América Latina (31% delas no Brasil), de 20 setores e 18 países, em agosto de 2020. O objetivo foi entender com as empresas reagiram à pandemia de COVID-19 e os impactos nas políticas e investimentos de segurança na região.

Leia o resto da matéria no IT Forum.

CIO2503

E-book por:

Vai um cookie?

A CIO usa cookies para personalizar conteúdo e anúncios, para melhorar sua experiência em nosso site. Ao continuar, você aceitará o uso. Para mais detalhes veja nossa Política de Privacidade.

Este anúncio desaparecerá em:

Fechar anúncio

15