Fazer login no IT Mídia Redefinir senha
Bem-vindo de volta,
Digite seu e-mail e clique em enviar
Ainda não tem uma conta? Cadastre-se
Salvar em Nova pasta de favoritos

+

Criar pasta
Salvar Escolher Pasta
Nuvens de Microsoft e Oracle eram ‘tecnicamente vantajosas’, diz CIO da TIM sobre migração
Home > Notícias

Nuvens de Microsoft e Oracle eram ‘tecnicamente vantajosas’, diz CIO da TIM sobre migração

Operadora irá migrar, em dois anos, todas as aplicações e serviços corporativos de seus data centers para as nuvens das duas big techs

Marcelo Gimenes Vieira

30/03/2021 às 16h01

Foto: Divulgação

Em dois anos, todas as aplicações e serviços corporativos da TIM estarão na nuvem – para ser mais exato, nas nuvens de duas grandes provedoras globais, a Microsoft e a Oracle. O ambiente multicloud é, segundo a operadora, um movimento que antecipa os rumos do mercado e que faz parte da estratégia de transformação digital da organização, cujos atuais data centers estão localizados em Santo André (SP) e no bairro de São Cristóvão, no Rio de Janeiro (RJ).

O acordo entre as big techs e a operadora foi anunciado com pompa essa semana. Segundo Auana Mattar, a CIO da TIM, a transferência para a nuvem será completa, com todas as aplicações de negócio e que suportam produtos. A migração faz parte de um plano estratégico que envolve digitalizar todos os processos, desde atendimento e relacionamento até operações internas como faturamento e gestão de plataformas digitais.

“É um trabalho que combina trazer eficiência e garantir que [os workloads] sejam otimizados em termos de performance, armazenamento e testes. E a gente não pode impactar nada do negócio. Estou trocando a roda com o caminhão na estrada”, conta a executiva em entrevista ao IT Forum.

Enquanto da Azure da Microsoft a empresa espera utilizar recursos inovadores como inteligência artificial, da Oracle a expectativa é contar com a capacidade dos bancos de dados transacionais. São atualmente quase 8 mil workloads da operadora rodando na infraestrutura atual e que precisarão ser migrados ou transformados.

CIO2503

E-book por:

“Para nós [o acordo] era vantajoso tecnicamente. Foi um win-win [ganha-ganha] para todo mundo”, diz a CIO da TIM. “Tomamos uma decisão totalmente pragmática.”

Leia a matéria completa no IT Forum.

Vai um cookie?

A CIO usa cookies para personalizar conteúdo e anúncios, para melhorar sua experiência em nosso site. Ao continuar, você aceitará o uso. Para mais detalhes veja nossa Política de Privacidade.

Este anúncio desaparecerá em:

Fechar anúncio

15