Fazer login no IT Mídia Redefinir senha
Bem-vindo de volta,
Digite seu e-mail e clique em enviar
Ainda não tem uma conta? Cadastre-se
Salvar em Nova pasta de favoritos

+

Criar pasta
Salvar Escolher Pasta
Kaizen migra infraestrutura para nuvem híbrida da IBM
Home > Notícias

Kaizen migra infraestrutura para nuvem híbrida da IBM

Projeto conduzido pela Digisystem garantiu maior robustez, segurança, performance e escalabilidade nos processos

Da Redação

25/09/2020 às 18h00

Foto: Adobe Stock

A Kaizen, companhia desenvolvedora de ferramentas eletrônicas de gestão, anunciou nesta semana que acabou de realizar a migração de seus sistemas para o serviço de nuvem da IBM. O projeto, realizado em menos de um mês e finalizado em julho, foi desenvolvido pela Digisystem, companhia brasileira fornecedora de soluções que apoiam a jornada da transformação digital das empresas.

De acordo com o Gerente de Operações Sênior da Kaizen, Márcio Barbosa, o ambiente da companhia estava hospedado anteriormente em outro provedor, com latência para acesso no Brasil, no qual todos os serviços concorriam no processamento do banco de dados e aplicações. A migração garantiu à empresa um ambiente de aplicação e bancos de dados com processamento segregados, maior segurança na conectividade de colaboradores, além de um desenvolvimento simplificado de instâncias dedicadas aos clientes.

“Um dos maiores benefícios da nova hospedagem foi a ausência de conflitos entre o nosso ambiente legado e o da nuvem IBM, uma vez que, ao fim da migração, o novo ambiente contava com diversas melhorias como a adição de sistemas de suporte remoto e conexão de redes VNC (Virtual Network Computing), VPN (Rede Privada Virtual), Firewall, totalmente sinérgicas à arquitetura anterior”, ressalta Barbosa.

O Diretor Executivo da área de Cloud & Data da Digisystem, Wagner Hiendlmayer, explica que para evitar os conflitos, foram instaladas instâncias virtuais no ambiente IBM Cloud, modificando a arquitetura base do sistema, garantindo à Kaizen a escalabilidade de uma estrutura em nuvem dinâmica, mas com as instâncias devidamente preparadas para que cada uma possa prover o seu serviço sem afetar o desempenho da outra.

CIO2503

E-book por:

“Como parte da migração para o ambiente Cloud IBM, foi necessária uma movimentação dos sistemas de nomes de domínios (DNS), responsáveis por localizar e traduzir para números IP os endereços dos sites digitados nos navegadores. Essa mudança foi possibilitada com a implementação de uma camada adicional de segurança, pois os serviços agora são inspecionados pela solução Cloudflare”, esclarece Hiendlmayer.

Com o aumento significativo de demanda dos últimos meses, a Kaizen precisava contar com um novo ambiente seguro e eficiente. “A segurança na conectividade ao ambiente era um pré-requisito. Os clientes solicitavam frequentemente conexões VPN para os locais onde suas informações estavam armazenadas e, em sua antiga estrutura, esse serviço não estava disponível”, relata Hiendlmayer.

“A nova arquitetura do nosso sistema que separa os processamentos de banco de dados e aplicações trouxe um bom valor gerencial aos recursos de tecnologia da Kaizen. Nosso próximo passo é utilizar soluções de IoT e a CloudFlare na plataforma IBM Cloud para agregar serviços de DDOS e WAF, gerando ainda mais valor tecnológico para a segurança das nossas informações”, finaliza Barbosa.

Vai um cookie?

A CIO usa cookies para personalizar conteúdo e anúncios, para melhorar sua experiência em nosso site. Ao continuar, você aceitará o uso. Para mais detalhes veja nossa Política de Privacidade.

Este anúncio desaparecerá em:

Fechar anúncio

15