Home > Notícias

Gartner: 72% dos líderes de dados e analytics estão envolvidos em transformação digital

Fronteiras entre áreas de dados e de negócios estão mais tênues, diz estudo. CDOs, no entanto, devem alinhar KPIs e saber comunicar insights

Redação

07/05/2021 às 16h14

Foto: Adobe Stock

Setenta e dois por cento dos líderes de dados e analytics estão comandando ou trabalhando diretamente em iniciativas de transformação digital nas organizações em que trabalham. É o que revela a pesquisa anual sobre Chiefs Data Officers (CDOs) produzida pelo Gartner e divulgada recentemente.

Segundo a empresa de pesquisas, esses resultados indicam que mais organizações entendem a importância de um negócio baseado em dados, ou data driven. Apesar do resultado, apenas 24% entre os 72% de fato lideram iniciativas. Apenas 3% dizem não estar envolvidos em nenhum nível.

No entanto, para Debra Logan, vice-presidente de pesquisa do Gartner, esse resultado demonstra que as fronteiras entre iniciativas de analytics e demais áreas estratégicas das companhias estão se dissolvendo. CDOs são cada vez mais solicitados a assumirem objetivos mais estratégicos.

KPIs voltados aos negócios

Segundo o estudo do Gartner, qualidade
dos dados (51%), ROI dos investimentos (44%) e o compartilhamento de dados
(43%) são os principais objetivos dos líderes de dados e analytics ouvidos. No
entanto esses objetivos podem não ser suficientes, segundo Debra, e é preciso
que o uso dos dados se alinhe aos objetivos-chave das áreas de negócios das
empresas.

“Não é suficiente gerenciar dados
e criar percepções”, diz Debra. “Essas atividades devem entregar resultados de
negócios mensuráveis”.

Executivos que têm indicadores de
desempenho voltados para os negócios têm 1,7 vezes mais probabilidade de serem
eficazes na produção consistente de valor às operações, diz a empresa de
pesquisa. Também têm 2,3 vezes mais probabilidade reduzirem tempo de lançamento
no mercado e 3,5 vezes mais probabilidade de serem eficazes na monetização de
dados.

Os executivos menos bem-sucedidos
são aqueles que não conseguiram demonstrar uma ligação entre análise de dados e
o valor comercial e que tendem a se concentrar na tecnologia em vez de nas
pessoas.

Além disso, 93% dos CDOs relataram
que a comunicação eficaz é crítica para o sucesso de suas funções. No geral, as
competências mais importantes para os líderes de Data & Analytics são:
influenciar, engajar e planos de comunicação eficazes.