Fazer login no IT Mídia Redefinir senha
Bem-vindo de volta,
Digite seu e-mail e clique em enviar
Ainda não tem uma conta? Cadastre-se
Salvar em Nova pasta de favoritos

+

Criar pasta
Salvar Escolher Pasta
Como CIOs podem alcançar o equilíbrio entre vida pessoal e profissional – e evitar o burnout
Home > Carreira

Como CIOs podem alcançar o equilíbrio entre vida pessoal e profissional – e evitar o burnout

CIOs estão lutando pelo equilíbrio entre vida pessoal e profissional – agora mais do que nunca –, mas é mais difícil do que parece

Doug Drinkwater, CIO

25/10/2021 às 11h20

burnout
Foto: Shutter Stock

Equilíbrio entre o trabalho e a vida pessoal, o princípio flexível pelo qual você divide uniformemente o seu tempo e foco entre o trabalho e as atividades pessoais, beneficia indivíduos e empresas em igual medida.

Um equilíbrio saudável entre vida pessoal e profissional pode melhorar a saúde, a produtividade, a retenção e a rotatividade de empregos e, por sua vez, evitar o desgaste emocional, dizem CIOs experientes. No entanto, atingir um equilíbrio saudável entre a vida pessoal e o trabalho profissional parecia mais fora de alcance do que nunca.

As consequências econômicas e sociais da pandemia de Covid-19 proporcionaram aos CIOs mais oportunidades e responsabilidade na sala de reuniões e pressionou ainda mais as equipes de entrega de projetos para agilizar os programas plurianuais de transformação digital. As expectativas de negócios para as equipes de TI floresceram posteriormente, mas isso em si representa uma espécie de faca de dois gumes.

CIOs, equilíbrio entre vida pessoal e profissional e uma pandemia global

Como muitos executivos de tecnologia, Jason James, CIO da NetHealth, provedor de software de EHR (registros eletrônicos de saúde) com sede nos EUA, diz que se dedicou ao trabalho no início da pandemia, “em retrospecto… porque foi uma das poucas coisas que nós poderíamos controlar". Ele admite que o trabalho se tornou uma válvula de escape, mas insustentável.

“Eu estava trabalhando durante o almoço, trabalhando à noite e nos finais de semana e dormindo bem menos do que deveria”, diz ele. “Minha família não estava recebendo a atenção que merecia. Posso ter tido sucesso como CIO, mas não estava no topo do meu jogo como pai ou marido”.

James desenvolveu um plano para tornar o trabalho mais equilibrado, estabelecendo limites para verificar e-mails e mensagens e reservando tempo para o almoço e para sair de casa. Mas ainda era difícil desligar, com o trabalho muitas vezes consumindo o tempo da família.

Para Tariq Khan, CDIO (Diretor de Informações Digitais) do bairro londrino de Camden, o equilíbrio entre vida pessoal e profissional passou a significar algo totalmente diferente. Iniciando seu primeiro trabalho de CIO no ano passado, Khan teve que conciliar trabalho e educação em casa com os filhos durante o bloqueio nacional do país, conhecendo novos colegas virtualmente e defendendo os serviços do governo com recursos limitados.

“[Isso] poderia ter sido melhor”, admite ele. “Tem sido uma curva de aprendizado íngreme, além de haver uma grande demanda reativa de serviços do governo local durante a pandemia, o que aumentou a carga de trabalho”.

Trabalhando isoladamente enquanto lidera equipes

Outros CIOs expressaram dificuldades em trabalhar isoladamente, apontando para a falta de contato humano, a natureza transacional da videoconferência e ainda a mesma pressão para liderar, motivar e apoiar equipes e também um ecossistema de parceiros.

Para alguns, lutar contra a vontade de fazer mais tem sido difícil, mesmo durante o tempo de inatividade. Michelle Kearns era nova em sua função quando ingressou na Boots Ireland como Chefe de TI no ano passado, tendo passado 16 anos no serviço de medicina da família Caredoc, e mais recentemente como CIO. Ela admite que tem sido um desafio manter o equilíbrio entre causar uma boa impressão em um novo emprego, ao mesmo tempo em que mantém alguma semelhança com a normalidade em casa.

“Mesmo quando eu estava de férias anuais este ano, por ser muito nova na empresa, tínhamos um projeto em andamento e eu estava fazendo ligações no final da noite para ver como estava indo”, diz Kearns. “Em parte, era porque eu era muito nova, mas também queria que o projeto fosse bem-sucedido. Acho que pode ser muito difícil desconectar”.

Essa desconexão veio mais abruptamente para o CIO da Oxford Said Business School, Mark Bramwell, quando um ataque cardíaco em maio passado o forçou a avaliar as prioridades da vida. Ele descreve o evento, do qual já se recuperou totalmente, como um "chamado para despertar" para cuidar melhor de si mesmo.

“Aprendi que os resultados não são impulsionados apenas por quanto e quão duro você trabalha, mas como você prioriza, delega e quão inteligente você trabalha”, diz Bramwell, que também defende trabalhar com um conjunto de valores pessoais.

“Definitivamente, estabeleci novos limites para meu dia de trabalho, aprendi a dizer 'não' mais e melhor proteger algum ‘tempo para mim' em minha agenda, refletir, planejar e me exercitar”.

Para alcançar o equilíbrio, defina prioridades

O equilíbrio entre trabalho e vida pessoal pode ser alcançado por meio de delegação e priorização, bem como definir limites claros e fazer pausas, dizem os CIOs. Mas é também, como Khan descreve, sobre ter uma ideia clara do que você deseja alcançar.

“Uma vez, alguém descreveu sua caixa de entrada para mim como 'sua lista de tarefas controlada por outras pessoas', portanto, é importante ter um conjunto claro de prioridades estratégicas da estrela do norte que ditam como você planeja seu dia", diz Kahn. "Uma das mercadorias mais valiosas que temos para gastar é nosso tempo e atenção. Portanto, é importante investir com sabedoria".

Jot Sehmbi, CDTO (Diretor de Transformação Digital) da Universidade de Essex, Reino Unido, procurou fazer exatamente isso, estabelecendo hábitos diários, cercando o tempo protegido, mas também assumindo novos hobbies fora de seu trabalho diário.

“Concluí alguns itens da lista de hobby, incluindo voltar a tocar piano e jogar xadrez com um clube", diz Sehmbi. "Ter uma atividade agendada em que um grupo dependa da sua participação ajuda”.

Para Jasper McIntosh, CIO do The Gym Group, o equilíbrio tem a ver com definir um horário de término à noite, bloqueando o tempo do dia para se ausentar de sua mesa e reservando um tempo para conversas informais com os membros da equipe.

“Quando as coisas estavam realmente malucas, você passava 12 horas por dia conversando”, diz McIntosh, “mas era sempre uma questão de trabalho. Simplesmente não envolveu o lado direito do seu cérebro”.

Como criar equilíbrio entre vida pessoal e profissional para sua equipe

Essas conversas podem fazer parte de algo maior, com Kearns, da Boots, e Bramwell, da Oxford Business School, dizendo que construir confiança, transparência e autonomia dentro das equipes pode ajudar todas as partes. Tom Catalini, CIO do Museu de Belas Artes de Boston, vai um passo além ao sugerir que recompensas por um trabalho bem feito podem trazer um equilíbrio saudável entre vida profissional e pessoal para todos os funcionários.

“Se alguém da equipe precisa se esforçar mais para fazer um trabalho, quero que ele equilibre com um longo almoço, uma tarde de folga ou um dia extra de férias - e logo. Tornar isso uma política explícita é tão importante quanto modelar o equilíbrio”, diz Catalini.

James, da NextHealth, que recentemente se tornou o primeiro funcionário do sexo masculino na empresa a tirar licença parental remunerada, diz que isso remonta às habilidades "mais softs" exigidas pelos CIOs hoje, como empatia e flexibilidade, que por sua vez podem levar a uma melhor retenção de talentos.

“As pessoas são mais do que apenas seus empregos e a pandemia está forçando muitas empresas a lidar com isso", diz James. "Muitos trabalhadores estão pressionando por funções que lhes permitam ter maior flexibilidade em suas carreiras e as empresas que adotam isso retém e atrai os maiores talentos”.

Para Catalini, o equilíbrio entre vida pessoal e profissional é, em última análise, ser inteligente. “Uma vida mais equilibrada não é apenas útil - é essencial para atingir todo o seu potencial. Ser mais feliz não é apenas tão importante quanto ser bem-sucedido; ser mais feliz e mais equilibrado, na verdade, leva a maiores níveis de sucesso”.

Tags
Snippets HTML5 default Intervenções CW
Vai um cookie?

A CIO usa cookies para personalizar conteúdo e anúncios, para melhorar sua experiência em nosso site. Ao continuar, você aceitará o uso. Para mais detalhes veja nossa Política de Privacidade.

Este anúncio desaparecerá em:

Fechar anúncio

15