Fazer login no IT Mídia Redefinir senha
Bem-vindo de volta,
Digite seu e-mail e clique em enviar
Ainda não tem uma conta? Cadastre-se
Salvar em Nova pasta de favoritos

+

Criar pasta
Salvar Escolher Pasta
8 dicas de startups para melhorar a gestão dos trabalhadores
Home > Gestão

8 dicas de startups para melhorar a gestão dos trabalhadores

Algumas iniciativas - e tecnologias - contribuem para melhorar a gestão de pessoas e melhorar índices de satisfação com o trabalho

Redação

22/10/2021 às 18h44

time, equipe, trabalho, pandemia
Foto: Shutterstock

O relacionamento entre gestores e colaboradores ganhou novos contornos com a chegada da pandemia e o trabalho remoto. O distanciamento físico trouxe preocupações em relação ao relacionamento e o desenvolvimento interpessoal, e a tecnologia foi importante para que o contato continuasse transparente.

Além de abrir espaços seguros para
diálogos, as empresas podem implementar iniciativas e tecnologias que
contribuam para uma melhor gestão de pessoas. Segundo um estudo da Zoro, mais
de 72% dos profissionais veem benefícios corporativos como um incentivo para
continuarem satisfeitos com o trabalho.

Muitas instituições passaram a
oferecer novos serviços para os colaboradores e criaram mecanismos para
melhorar o engajamento da equipe. Abaixo listamos oito exemplos do que pode ser
feito e o que já vem sendo implantado por algumas startups.

Cartão ao invés de reembolso

Os cartões corporativos são uma solução
financeira usada para custear despesas com alimentação, transporte e hospedagem
dos colaboradores, sem que a conta pessoal seja impactada. Também pode melhorar
o planejamento e controle financeiros.

“Os funcionários podem seguir com
as viagens corporativas sem ter de se preocupar com o dinheiro a mais para despesas”,
explica Thiago Campaz, CEO do VExpenses, startup especialista nesse tipo de
benefício.

Treinamentos frequentes

O processo de vendas também foi
afetado durante a pandemia. Para Tatiana Pezoa, CEO da edtech Outbound Sales, manter
colaboradores engajados e com conhecimento sobre a proposta de valor da empresa
passa por treinamentos especializados.

“Isso traz resultados positivos
não somente para o caixa das companhias, mas também para a satisfação dos
colaboradores”, diz.

Incentive a educação

Algumas empresas apostam na oferta
de cursos gratuitos de capacitação, idiomas e ambientes adequados para o estímulo
ao estudo. Leandro Campos, CEO da Nvoip, diz que a empresa incluiu no pacote de
benefícios cursos de capacitação e aprimoramento em língua inglesa.

Também criou uma “minibiblioteca
que é um refúgio para estimular a leitura e também funciona como uma sala de
descompressão”.

Equipes com pessoas compatíveis

Para Pedro Pezoa, CEO da HRtech Pointer,
o trabalho em equipe exige paciência e propósito. E que apesar de ser normal
que opiniões sejam divergentes dentro do mesmo time, encontrar soluções para incompatibilidades
é algo natural.

“Entretanto, colocar pessoas de
personalidades muito distintas e valores diferentes pode causar conflitos na
equipe, prejudicando o andamento do trabalho. Por isso, antes mesmo de inserir
um novo colaborador no ambiente, verifique se ele é compatível com sua equipe,
faça testes de personalidade, se preciso”, diz.

Cultura de autonomia

A Getrak, startup especialista em
rastreamento veicular, aposta em uma cultura de autonomia para que os
funcionários façam o trabalho do jeito que acharem melhor. Busca também promover
integrações em reuniões de resultados, happy hour e ações de conscientização e
educação sobre diversidade.

Experiências digitais imersivas

Com um futuro de trabalho híbrido se
avizinhando, a tendência é de que o onboarding de novos colaboradores seja
feito digitalmente por muitas empresas. Uma das formas de aumentar o
engajamento do processo é oferecendo experiências imersivas com o uso de
realidade virtual e aumentada.

A Flex Interativa é especialista
nesse tipo de solução, e entre seus principais clientes estão profissionais de
RH e gestores de escolas, universidades e profissionais autônomos, como
palestrantes e especialistas. Segundo Fernando Godoy, fundador da startup, na
plataforma da empresa é possível criar avatares que interagem com grupos de
pessoas em ambiente virtuais 3D e gamificados.

Estratégias de gamificação

Uma das maneiras mais efetivas de
incentivar o autodesenvolvimento, motivar e engajar equipes é utilizar
estratégias de gamificação, que podem ser aplicadas em processos seletivos e treinamentos
corporativos. “Ao combinar diversão com aprendizado, os colaboradores se
envolvem de uma forma mais saudável com os conteúdos educacionais e com a
empresa”, diz Samir Iásbeck, CEO e fundador do Qranio.

A plataforma de aprendizagem para
dispositivos móveis usa gamificação para estimular os usuários a se envolverem
com conteúdos educacionais.

Colaboração e autonomia

Para a market4U, rede de mercados autônomos,
incentivar a colaboração entre as equipes é parte do caminho para aumentar a
autonomia. “Cada setor tem muita independência; cada líder e cada colaborador
tem muito espaço para tomar decisões, resolver e fazer”, diz Eduardo Córdova,
CEO da startup.

Snippets HTML5 default Intervenções CW
Vai um cookie?

A CIO usa cookies para personalizar conteúdo e anúncios, para melhorar sua experiência em nosso site. Ao continuar, você aceitará o uso. Para mais detalhes veja nossa Política de Privacidade.

Este anúncio desaparecerá em:

Fechar anúncio

15