Home > Notícias

Mobile World Congress: 5G viabiliza a conectividade inteligente

Hubs, roteadores, módulos de IoT e sistema Edge estão entre os lançamentos 5G apresentados esta semana em Barcelona

Da Redação

25/02/2019 às 9h14

Foto: Shutterstock

Na última década, a tecnologia sem fio 4G tornou-se o padrão para muitos usuários móveis em todo o mundo. Desde plataformas de mídia social como Snap e Instagram até aplicativos de transporte como Uber e Lyft, muitas empresas se beneficiaram enormemente da conectividade e velocidade confiáveis ​​fornecidas pelos atuais sistemas 4G. Estamos falando de redes capazes de atingir velocidades reais entre 10 e 50 Mbps, dependendo da operadora, que permitem jogos online móveis, transmissão em HD-TV ao vivo, videoconferência em grupo, soluções domésticas conectadas e até mesmo experiências emergentes como Realidade Virtual e Realidade Aumentada. Isso trouxe alguns problemas, como a necessidade do aumento de memória dos dispositivos ou de redução da latência ainda mais, para viabilizar soluções para setores como transporte e saúde.

Pois bem, a chegada do 5G permitirá resolver essas questões e muitas outras. Sua promessa é a de ter grande impacto em sistemas de missão crítica e, ao mesmo tempo, fornecerá a infraestrutura necessária para as tecnologias conectadas de amanhã. A Internet das Coisas (IoT), por exemplo, se beneficiará enormemente da velocidade e da largura de banda fornecidas pelo 5G, especialmente à medida que a indústria cresce: o Gartner estima que mais de 20,4 bilhões de unidades serão instaladas até 2020, enquanto os gastos relacionados à IoT atingirão quase US$ 3 trilhões. Veículos autônomos, cirurgia robótica e monitoramento de infraestrutura crítica são apenas algumas das possíveis aplicações da IoT habilitada para 5G.

O salto quântico da 5G na conectividade cria uma tremenda oportunidade para inúmeras indústrias, mas também prepara o cenário para uma interrupção em grande escala. Indústrias como saúde, manufatura e automóveis já estão adotando tecnologias e se tornando mais conectadas. Uma vez que o 5G se torne difundido, o efeito sobre estas indústrias pode ser transformador por 3 razões principais:

1 - Os dispositivos 5G têm menor latência , permitindo uma transmissão mais rápida de fluxos de dados maiores;

2 - Os dispositivos 5G são mais confiáveis , permitindo uma melhor transmissão de dados em condições extremas;

3 - O 5G é mais flexível do que o WiFi e pode suportar uma gama mais ampla de dispositivos, sensores e wearables.

Não por acaso, o tema do Mobile World Congress deste ano, que começa hoje, em Barcelona, é "Intelligent Connectivity" (conectividade inteligente). Empresas como Ericsson, Nokia, Huawei, ZTE, Qualcomm, Intel, Quectel e HTC, entre outras, transformaram o evento em palco para apresentação de soluções, bem como de planos de implantação de tecnologia e/ou serviços a partir deste ano.

5Gspeed_556702579.jpg

Módulos IoT
As soluções 5G da Quectel, por exemplo, são projetados para aplicações de banda larga empresarial e móvel, tais como acesso fixo sem fio, dispositivos móveis de hotspot, computadores Always Connected e aplicações de segurança pública e vigilância. Fornecedora de módulos para IoT, a empresa anunciou o lançamento de produtos 5G com o modem X55 e antena com transceptor RF integrado, RF Front-End (RFFE) e outros componentes da Qualcomm. Compatíveis com as especificações da versão 15 da 3GPP e capazes de operar nos modos 5G autônomo (SA) e não autônomo (NSA), os recém-lançados módulos 5G RG500Q/RG510Q e RM500Q/RM510Q da Quectel são projetados para aplicações de banda larga empresarial e móvel, tais como acesso fixo sem fio, hotspot para dispositivos móveis e aplicações de segurança pública e vigilância.

Projetado em formato LGA, o RG500Q é compatível com 5G NR sub-6 GHz, enquanto o RG510Q trabalha com bandas de espectro sub-6 GHz e mmWave. Ambos os módulos também são compatíveis com LTE Categoria 12 ou superior e recursos GNSS incorporados. Eles têm como alvo os mercados da Ásia-Pacífico, Europa, Oriente Médio e América do Norte. Projetado em formato M.2, o RM500Q trabalha com 5G NR sub-6 GHz, enquanto o RM510Q é compatível com bandas de espectro sub-6 GHz e mmWave. Ambos os módulos também são compatíveis com conectividade LTE Categoria 22, com GNSS e eSIM integrados.

Rede corporativa
As redes locais estão sendo olhadas pela Nokia como parte essencial de sua estratégia 5G, com oportunidades para redes privadas de alta velocidade sendo vistas em cidades inteligentes, portos de embarque e no setor manufatureiro.

Durante a coletiva de imprensa do MWC19 em Barcelona, ​​o presidente e CEO da empresa, Rajeev Suri, disse que muitas dezenas de milhões de usuários estariam conectados a LANs privadas, à medida que a oportunidade se desenvolve na próxima década. "Nós estabelecemos um novo grupo de negócios para lidar com esse crescimento, e estamos confiantes de que podemos aumentar nossa base de clientes por um fator de quatro no curto prazo."

Suri nomeou líderes industriais, como Komatsu e BMW, como empresas que estão considerando seriamente os benefícios de alta velocidade fornecidos pela implantação de uma LAN privada usando a tecnologia 5G. “Isso pode envolver o uso de espectro não licenciado, mas o Wi-Fi não é a tecnologia certa para redes LAN privadas.”

Hubs, roreadores, switch
Hoje, a HTC apresentou seu novo Hub 5G, projetado para facilidade de uso em ambientes domésticos e de escritório. O dispositivo permite streaming de vídeo 4K suave, a execução de jogos de baixa latência e recursos de ponto de acesso móvel 5G para até 20 usuários. As operadoras em todo o mundo oferecerão o HTC 5G Hub - incluindo Sprint, Telstra e recentemente adicionaram operadoras européias: EE (Reino Unido), Three UK, Deutsche Telekom ( Alemanha ), Sunrise ( Suíça ) e Elisa (Finlândia).

5G_1116909596.jpg

"A HTC está orgulhosa em lançar no mercado um dos primeiros hubs 5G do mundo", disse Cher Wang , presidente e CEO da companhia. "O 5G será o divisor de águas para VR e AR, e o novo HTC 5G Hub proporcionará a grande largura de banda 5G aos nossos dispositivos, impulsionando nossa visão de Vive Reality - um ambiente imersivo e sem limites para as experiências humanas.

Além das aplicações domésticas, o HTC 5G Hub também foi projetado para uso em mobilidade de alta velocidade em ambientes corporativos. Segundo a HTC o produto suporta os poderosos recursos de WiFi oferecidos pela Snapdragon 855 Platform, incluindo o chipset Qualcomm 60GHz WiFi (baseado na especificação 802.11ad) para velocidades de múltiplos gigabits e latências equivalentes de cabos, bem como o Qualcomm 2x2 Chipset WiFi 6 pronto para capacidade, eficiência e desempenho da próxima geração no alcance. Uma bateria de 7.660 mAh torna o HTC 5G Hub pronto para suportar uma ampla gama de tarefas em movimento. As empresas podem conectar até 20 dispositivos com segurança e segurança em uma rede criptografada de alta velocidade ou configurar para uma VPN corporativa. Como as empresas crescem, o 5G A rede também é facilmente escalável através da porta Gigabit Ethernet integrada.

E aqui vale um parêntesis: as redes 5G e WiFi estarão cada vez mais integradas, com cada uma delas oferecendo o melhor da combinação entre frequências e cobertura.

A Huawei, que também estará demonstrando todos os seus principais produtos para o mercado corporativo no MWC 2019, incluiu entre eles o primeiro roteador WiFi 6 AP (802.11ax), que permite que a taxa de acesso total de um único ponto de acesso sem fio (AP) seja de 10 Gbps, além do CloudEngine16800, que a empresa diz ser o primeiro switch de data center com AI do mundo.

Cloud e Edge
O núcleo de pacotes de nuvem (CPC) da Nokia está ampliando seus produtos CMM (Cloud Mobility Manager) e CMG (Cloud Mobile Gateway) com as novas funções de redes autônomas 3GPP Release 15 5G Core e também aprimorando os recursos básicos não autônomos anunciados anteriormente. Com sua arquitetura nativa em nuvem e esses recursos aprimorados, a solução CPC fornece às operadoras um caminho de atualização ininterrupto, combinado com a flexibilidade de implantação para suportar funções de rede virtuais e físicas de alto desempenho, para fornecer serviços em várias tecnologias sem fio (2/3/4/5G, sem licença, compartilhada) e implantações de acesso fixo.

A nova estação base all-in-cloud Nokia AirScale para 4G e 5G virtualiza funções em tempo real na nuvem. Isso permite que o processamento em tempo real seja hospedado na borda da rede, próximo ao site de rádio, para atender às demandas de latência extremamente baixa, com capacidade onde é necessário. A nova arquitetura permite que as operadoras iniciem e monetizem os aplicativos / serviços de menor latência com latência ultrabaixa. Com o AirScale Cloud, os operadores de flexibilidade integrados da RAN podem localizar funções dependendo de suas necessidades em uma determinada área - dependendo das necessidades de aplicação desejadas e das metas de latência.

A Supermicro, por sua vez, está apresentando servidores Edge que visam possibilitar as empresas a levarem inteligência para dispositivos IoT na nuvem. Já a HPE lança o seu Edgeline EL8000 Converged Edge System, que permite que os provedores processem grandes quantidades de dados em tempo real diretamente na borda da rede. O sistema pode acelerar a adoção de CSPs 5G, fornecendo performance e versatilidade aprimorados para os serviços digitais em tempo real com grande volume de dados. Segundo a IDC, mais de 150 bilhões de arquivos estão conectados em todo o mundo até 2025, sendo que a maioria dos dados está em execução em tempo real. Além disso, o design exclusivo do HPE Edgeline EL8000 oferece alto desempenho e latência ultrabaixa para os casos de uso mais exigentes, incluindo streaming de mídia, IoT, inteligência artificial e análise de vídeo.

A Nec também participa do MWC 2019 mostrando ao público as novas oportunidades de negócios para os provedores de serviços de comunicação (Communication Service Providers – CSPs) baseados em 5G. As exibições ilustrarão como os CSPs em todo o mundo estão se beneficiando do ecossistema de parceiros da NEC, com o Novo Rádio 5G, soluções IP e Transporte, OSS/BSS e ID Digital.

Junte-se a nós e receba nossas melhores histórias de tecnologia. Newsletter Newsletter por e-mail