Home > Tendências

Mais 6 tendências de Blockchain para 2019

Começaremos a ver a tecnologia aplicada a uma variedade de usos cotidianos, sem sequer reconhecê-la como Blockchain

Rupert Colchester *

19/02/2019 às 14h15

Foto: Shutterstock

2018 foi  um grande ano para o Blockchain. Organizações de vários setores, do varejo aos transportes, estão usando a tecnologia para combater ameaças e entrar em novos mercados.

Este é o meu terceiro ano trabalhando exclusivamente em Blockchain, e, muitas vezes, as organizações me pedem ajuda para antecipar mudanças no mercado e mudanças no cenário competitivo.

Então, o que esse ano reserva para o Blockchain? Aqui estão seis tendências que achamos que você deve olhar nos próximos meses.

1. Silenciosamente, o Blockchain vai se tornar mainstream
Os consumidores começarão a ver o Blockchain aplicado a uma variedade de usos cotidianos, sem sequer reconhecê-lo como Blockchain. Grande parte dessa exposição virá por meio de projetos da cadeia de suprimentos, como a capacidade de escanear um rótulo em um produto alimentício – colocado em prática pelo ecossistema alimentar para aumentar a confiança do consumidor e melhorar a segurança alimentar e a rastreabilidade.

2. Reguladores mais flexíveis
Neste ano, podemos esperar agências governamentais em todo o mundo emitindo opiniões enquanto trabalham para classificar instrumentos financeiros baseados em blockchain e construir estruturas regulatórias sustentáveis. Pois o que é, em teoria, uma tecnologia sem fronteiras, as fronteiras estão desempenhando um grande papel.

3. Iniciativas prontas de Blockchain para produção no governo
Esperamos ver projetos liderados pelo Estado dando o tom neste espaço e agindo como campo de testes para as iniciativas federais subsequentes e o trabalho de todo o governo. Isso começou a surgir com exemplos entre os governos de Delaware e Idaho, nos EUA, bem como o governo do Estado de Nova Gales do Sul, na Austrália.

4. Engenheiros começam a se destacar
As iniciativas de prova de conceito de blockchain (POC) não são especialmente difíceis, mas um Blockchain  pronto para produção, que executa transações ao vivo em um grupo (às vezes muito grande) de organizações, precisa de engenheiros de software altamente capazes.

Podemos esperar que os engenheiros de software competentes voltem sua atenção para blockchain para se tornarem as novas estrelas do rock do mundo da tecnologia em 2019. Equipes tecnológicas diversificadas e multidisciplinares serão também tão importantes quanto, para trazer IoT, AI, análise e outras tecnologias com Blockchain para desbloquear o próximo nível de valor que essas redes devem trazer para os primeiros usuários.

5. Blockchain sai dos silos
Até hoje, as redes blockchain, embora compartilhem a mesma tecnologia subjacente, geralmente permanecem em silos. Mas em 2019, conforme as organizações integram seus sistemas e processos de negócios existentes nessas soluções, isso, por sua vez, acionará a ligação entre as soluções de blockchain – provavelmente em todos os níveis da tecnologia.

Todo mundo sabe que a interoperabilidade Blockchain é um 'dever' em algum momento, a questão é quando e como ele se manifestará em soluções e projetos.

A IBM está fazendo um trabalho neste espaço, e esperamos vê-lo se tornando uma questão comum entre consórcios e clientes à medida que avançamos ao longo do ano. Padrões serão cruciais como parte deste desafio também.

6. Consórcios tornam-se mais claros
A palavra "consórcio" parece ter mais tempo de transmissão em relação ao Blockchain do que nunca. No coração dos consórcios, está a colaboração. As redes blockchain lutam para crescer ou acionar o importantíssimo efeito de rede sem colaboração.

Mobilizar um consórcio ou um empreendimento comercial quando você está estabelecendo modelos de governança em torno de dados compartilhados e sistemas distribuídos, bem como encorajando o rápido desenvolvimento de produtos e definindo as coisas em escala, não é fácil.

Esse nível de complexidade é o motivo pelo qual a experiência e o conhecimento em guiar os projetos de uma fase PoC a um piloto e depois a uma solução pronta para produção está se tornando bastante valiosa. Empresas e pessoas que conhecem esses recursos e já fizeram isso antes serão as que darão aos consórcios maior clareza e confiança neste ano.

 

(*) Rupert Colchester é head de Blockchain na IBM da Austrália e Nova Zelândia

Junte-se a nós e receba nossas melhores histórias de tecnologia. Newsletter Newsletter por e-mail