Fazer login no IT Mídia Redefinir senha
Bem-vindo de volta,
Digite seu e-mail e clique em enviar
Ainda não tem uma conta? Cadastre-se
Salvar em Nova pasta de favoritos

+

Criar pasta
Salvar Escolher Pasta
Maioria de diretores de TI quer impulsionar ou manter ritmo da transformação digital
Home > Notícias

Maioria de diretores de TI quer impulsionar ou manter ritmo da transformação digital

Pesquisa mostra como líderes do setor estão trabalhando as estratégias dos próximos 12 meses

Da Redação

30/04/2020 às 10h00

Foto: Shutterstock

Por todas as medidas fiscais, a economia global sofreu uma amarga espiral descendente nas
últimas seis semanas. Com crescentes reclamações de desemprego e perdas
no mercado de ações, muitos executivos de TI estão mudando rapidamente
todas as prioridades e estratégias para lidar com grandes incertezas nos
próximos 12 meses. 

O relatório "Como os líderes de operações de TI podem agregar valor aos negócios em uma desaceleração econômica", da OpsRamp Inc.,
mostra como os líderes de TI alinharão as prioridades, orçamentos e
contratações de tecnologia no ambiente econômico volátil gerado pelo
COVID-19. 

O
estudo aponta que os líderes estão otimistas sobre orçamentos e planos,
apesar da desaceleração econômica. Mais da metade (58%) dos diretores
de TI e outros líderes relataram que estão mantendo ou aumentando os
orçamentos de tecnologia. E a grande maioria (73%) informou que
permaneceria nos trilhos ou aceleraria os planos de transformação
digital. 

Claramente, a pandemia e os bloqueios subsequentes aumentaram a necessidade e o valor da tecnologia na sociedade. Segundo a pesquisa, a atividade online explodiu, mas a Internet e os principais provedores de nuvem se mantiveram notavelmente bem diante desse repentino e duradouro aumento na demanda. 

CIO2503

E-book por:

Ferramentas em foco

As
empresas que produzem ferramentas de colaboração e autoatendimento
on-line estão em excelentes posições de crescimento, assim como os
fabricantes das principais tecnologias de infraestrutura que executam os
aplicativos e sites críticos. 

A pesquisa identificou as seguintes prioridades tecnológicas para 2020: 

  • Cibersegurança: Dado o repentino aumento do teletrabalho, os líderes de tecnologia devem equilibrar as metas de produtividade da força de trabalho com os riscos de segurança cibernética. Tecnologias como gerenciamento de identidades, conectividade de rede e ferramentas de segurança de terminais estarão em demanda. 
  • Big Data e analytics: Os executivos de negócios e de TI precisam adotar a tomada de decisões orientada a dados para que suas organizações possam reagir rapidamente a oportunidades inesperadas e mudanças no mercado. 
  • Infraestrutura em nuvem: As empresas estão recorrendo a serviços em nuvem escaláveis para atender a picos de demanda repentinos e minimizar a equipe no local em suas instalações de datacenter. 

Novos recursos de monitoramento de desempenho também são críticos, à medida que o uso e as expectativas do cliente aumentam: 

  • Inteligência artificial para operações de TI (AIOps): Quase 70% dos líderes de TI estão procurando investir em ferramentas AIOps que combinam Machine Learning e técnicas de ciência de dados para diagnóstico mais rápido de incidentes, resposta rápida e restauração de serviços. 
  • Observabilidade nativa da nuvem. Mais da metade (51%) está interessada em ferramentas de observação nativas da nuvem que combinam métricas, logs e rastreamentos para gerenciar a saúde e o desempenho de microsserviços distribuídos construídos em infraestrutura de contêiner. 
  • Desempenho de rede. As ferramentas de diagnóstico e monitoramento de desempenho da rede também estão no topo da lista, ajudando as equipes de operações de TI a acompanhar de perto os padrões históricos e em tempo real do tráfego de rede na infraestrutura híbrida e de várias nuvens. 

Olho no orçamento

O relatório também descobriu novas prioridades para o gerenciamento de custos. Mais de dois terços (68%) dos diretores de TI estão contratando profissionais de finanças de TI, investindo em tecnologias de autoatendimento (60%), consolidando fornecedores (59%) e confiando mais fortemente em MSPs (58%). Além da otimização de custos, os MSPs são valiosos por seus conhecimentos técnicos e de segurança, relatam os entrevistados. 

Os
líderes de TI têm hoje desafios que nunca enfrentaram antes e data
desconhecida para o "novo normal" do trabalho remoto digital. No
entanto, o maior obstáculo que eles relatam não é novidade: alinhamento
com os negócios.  

Para
permanecer viável, os líderes de TI precisarão fazer conexões estanques
com os colegas de negócios e demonstrar como seu trabalho tem um
impacto transformador sobre as metas de nível superior, diz o relatório. 

Vai um cookie?

A CIO usa cookies para personalizar conteúdo e anúncios, para melhorar sua experiência em nosso site. Ao continuar, você aceitará o uso. Para mais detalhes veja nossa Política de Privacidade.

Este anúncio desaparecerá em:

Fechar anúncio

15