Fazer login no IT Mídia Redefinir senha
Bem-vindo de volta,
Digite seu e-mail e clique em enviar
Ainda não tem uma conta? Cadastre-se
Salvar em Nova pasta de favoritos

+

Criar pasta
Salvar Escolher Pasta
Maioria das empresas quer rodar suas aplicações na nuvem
Home > Tendências

Maioria das empresas quer rodar suas aplicações na nuvem

Estudo revela ainda que 58% das companhias brasileiras dizem já ter a infraestrutura de TI com uma divisão uniforme entre nuvem pública e data center

Da Redação

30/03/2020 às 18h06

Foto: Shutterstock

Empresas estão acelerando a movimentação para a nuvem, aponta o estudo "A Verdade na Nuvem", realizado pela Cascade Insights e divulgado pela Veritas Technologies. A pesquisa aponta que 47% dos entrevistados caracterizam o estado atual da infraestrutura da empresa como uma divisão uniforme entre nuvem pública e data center.

Ao levar em conta apenas o Brasil, o número é ainda maior: 58%. E o cenário futuro é bastante promissor: mais de 70% gostariam de executar a maioria ou todos os seus aplicativos na infraestrutura de nuvem pública - entre os brasileiros, o número é de 68%, bem parecido com a média global. Para chegar a essas conclusões, o levantamento ouviu 1.645 arquitetos e administradores de nuvem de 15 países.

Sistemas distribuídos impulsionam nuvem

A natureza cada vez mais distribuída dos sistemas de TI é um dos principais motivos pelos quais muitas empresas estão aumentando o investimento na tecnologia usada para protegê-las e garantir sua segurança.

No Brasil, 56% das empresas alocaram verba em novas soluções para lidar com a proteção de dados em nuvem nos próximos 12 meses. Embora o resultado seja positivo, ainda assim, é menor do que a média global: de acordo com a pesquisa, 70% afirmam destinarem verba com esse propósito, e a maioria ainda espera que seu orçamento para backup e recuperação de dados aumente substancialmente nos próximos três anos.

CIO2503

E-book por:

Além disso, no Brasil, mais de 38% das companhias usam soluções de terceiros para fazer o backup de dados hospedados na nuvem - menos que a média global de 50%. No entanto, onde os entrevistados são responsáveis tanto pelos workloads on-premise quanto pelos baseados na nuvem, quase metade prefere fazê-lo com uma única solução de backup.

Estratégias de disponibilidade e proteção de dados baseadas em nuvem

Enquanto as organizações escolhem a nuvem para uma variedade de implantações, três casos de uso demonstram as estratégias mais comuns empregadas atualmente pelas empresas:

Nuvem como armazenamento
A primeira incursão na adoção da nuvem para muitas empresas é executar aplicações on-premise enquanto usa a nuvem para armazenamento.

Proteção de dados na nuvem para cargas de trabalho de aplicações baseadas em nuvem

À medida que as cargas de trabalho de aplicações mudam para a nuvem, aumenta a necessidade de proteger os dados baseados em nuvem. Muitas empresas estão implantando proteção de dados na nuvem para atender a essa necessidade.

Nuvem como um data center sob demanda para recuperação de desastres

Enquanto algumas organizações optam por migrar toda a infraestrutura do data center para a nuvem, outras desejam usar a nuvem como um recurso sob demanda para recuperação rápida durante um desastre - natural ou causado pelo homem.

Vai um cookie?

A CIO usa cookies para personalizar conteúdo e anúncios, para melhorar sua experiência em nosso site. Ao continuar, você aceitará o uso. Para mais detalhes veja nossa Política de Privacidade.

Este anúncio desaparecerá em:

Fechar anúncio

15