Home > Carreira

Maior demanda por talentos de IA vem de departamentos que não são de TI

Segundo o Gartner, maior demanda por talentos com habilidades de Inteligência Artificial vêm de unidades de negócios das companhias

Da Redação

24/03/2020 às 14h20

Foto: Shutterstock

Nos últimos quatro anos, a maior demanda por talentos com habilidades de Inteligência Artificial (IA) não veio do departamento de TI, mas de outras unidades de negócios da organização.

A informação vem dos dados do Gartner Talent Neuron, que aponta que, embora a necessidade de talento em IA do departamento de TI tenha triplicado entre 2015 e 2019, o número de trabalhos de IA publicados pela TI ainda é menos da metade do que é proveniente de outras unidades de negócios.

"A alta demanda e os mercados de trabalho restritos tornaram os candidatos com habilidades de IA altamente competitivos, mas as técnicas e estratégias de contratação não se mantiveram. No recente estudo de estratégias de desenvolvimento de IA e de Machine Learning (ML) do Gartner, os entrevistados classificaram "habilidades da equipe" como o principal desafio ou barreira à adoção da IA e do ML", disse Peter Krensky, Diretor de Pesquisa do Gartner.

Os departamentos que recrutam talentos de IA em grandes volumes incluem marketing, vendas, atendimento ao cliente, finanças e pesquisa e desenvolvimento. Essas unidades de negócios estão usando o talento da IA para modelagem de rotatividade de clientes, análise de rentabilidade do cliente, segmentação de clientes, recomendações de cross-sell e upsell, planejamento de demanda e gerenciamento de riscos.

CIO2503

E-book por:

Uma parte significativa dos casos de uso de IA é relatada por indústrias centradas em ativos que apoiam projetos como manutenção preditiva, fluxo de trabalho e otimização da produção, controle de qualidade e otimização da cadeia de suprimentos. O talento de IA geralmente é contratado diretamente nesses departamentos, com casos de uso claros em mente, para que cientistas de dados e outros possam aprender os meandros da área de negócios específica e permanecer próximos da implantação e consumo de seu trabalho.

"Dada a complexidade, a novidade, a natureza multidisciplinar e o impacto potencialmente profundo da IA, os CIOs estão bem posicionados para ajudar o RH na contratação de talentos em IA em todas as unidades de negócios. Juntos, os CIOs e os líderes de RH devem repensar quais habilidades são realmente necessárias para um funcionário focado em IA e explorar os critérios de candidatos adjacentes às especificações de contratação. Os CIOs também devem pensar criativamente sobre o papel da TI em governar e apoiar diversas iniciativas de IA e as equipes em evolução que conduzem essa atividade”, disse Krensky.

Junte-se a nós e receba nossas melhores histórias de tecnologia. Newsletter Newsletter por e-mail