Home > Tendências

Lenovo ingressa na área de servidores

Companhia chinesa licencia a tecnologia x86 da IBM e se dispõe a enfrentar a concorrência de HP e Dell no mercado global a partir de 2009

IDG News Service

28/01/2008 às 11h35

Foto:

A chinesa Lenovo anunciou sua intenção de entrar no negócio de servidores através do licenciamento da tecnologia x86 da IBM, na tentativa de estender sua oferta de produtos às empresas de pequeno e médio portes.

Pelo acordo firmado entre as duas empresas, a Lenovo vai fabricar servidores x86 baseados na tecnologia System X da IBM e vai vendê-los com sua própria marca.

Os produtos irão se juntar à família de equipamentos corporativos já produzida pela companhia chinesa, como notebooks ThinkPad e estações de trabalho Think. A empresa ainda vende notebooks IdeaPad para o mercado doméstico.

Os servidores serão um negócio completamente novo para a Lenovo, segundo Ray Gorman, diretor executivo de comunicações externas da companhia. A empresa pretende vender servidores em todo o mundo ao longo do próximo ano, segundo ele.

Enquanto isso, a IBM vai continuar a distribuir servidores na tecnologia System X com sua própria marca, segundo Tim Breuer, porta-voz da companhia americana, que vendeu a divisão de computadores pessoais para a Lenovo em 2004 por 1,25 bilhão de dólares.

Segundo o executivo, a IBM não está preocupada com a possível competição com a Lenovo, já que o acordo poderá, na verdade, ampliar o negócio de licenciamento de tecnologia da companhia.

Além disso, a Lenovo tem bom alcance entre as empresas com menos de 500 empregados. Por isso, o acordo será uma extensão natural dos atuais canais de distribuição IBM, segundo Breuer. A parceria vai permitir que a IBM alcance o mercado de pequenas e médias companhias globalmente, adicionou o porta-voz.

A Lenovo vai enfrentar a concorrência de empresas como HP e Dell no mercado global de servidores x86, que cresceu a uma taxa de 9,5% no terceiro trimestre de 2007, de acordo com números do Gartner. A HP era a líder desse segmento na pesquisa, com 30% das vendas mundiais, seguida por Dell e IBM, respectivamente.

Junte-se a nós e receba nossas melhores histórias de tecnologia. Newsletter Newsletter por e-mail