Home > Notícias

Kaspersky e Interpol assinam contrato para combater cibercrime global

Contrato de cinco anos oferecerá à Interpol dados de suporte, treinamento e inteligência sobre ciberameaças

Jennifer O'Brien, CIO.com

08/07/2019 às 15h59

Foto: Shutterstock

A empresa de cibersegurança Kaspersky e a Interpol assinaram um novo contrato de cinco anos que buscará combater o cibercrime global. O novo acordo segue os passos de um acordo original assinado entre as duas partes em 2014.

Sob o acordo mais recente, a Kaspersky fornecerá à Interpol dados de suporte, treinamento e inteligência sobre ameaças às mais recentes atividades criminosas, o que fortalecerá as capacidades de investigação e caça às ameaças cibernéticas da organização.

“Com o surgimento de agentes de ameaças sofisticados, a colaboração entre o ecossistema e o compartilhamento de conhecimento é mais crucial do que nunca. Estamos entusiasmados em continuar a parceria com a Interpol e capacitar os aplicadores da lei com as informações e tecnologias necessárias para combater o cibercrime em todo o mundo", disse o CEO da Kaspersky, Eugene Kaspersky.

A cooperação mais recente fortalece a relação existente entre as duas organizações, garantindo que a informação e o compartilhamento de tecnologia possam apoiar a Interpol em investigações relacionadas ao crime cibernético.

Dentro do novo acordo, a Kaspersky compartilhará informações sobre sua pesquisa sobre ameaças cibernéticas e fornecerá as ferramentas necessárias para auxiliar na análise forense digital completa, com o objetivo de fortalecer os esforços na prevenção de ciberataques.

A Kaspersky anunciou recentemente um serviço gratuito e avançado para as Agências de Aplicação da Lei, com o objetivo de aumentar a conscientização de como os serviços da Kaspersky operam e como eles podem ajudar a combater o cibercrime e as ameaças cibernéticas sofisticadas.

 

Junte-se a nós e receba nossas melhores histórias de tecnologia. Newsletter Newsletter por e-mail