Home > Carreira

Jovens desiludidos

Funcionários com idade entre 18 e 31 anos de idade têm expectativas que muitos empregadores de TI não conseguem atender, diz pesquisa

Network World, EUA

11/01/2008 às 15h29

Foto:

Os jovens profissionais conhecidos nos Estados Unidos como Millenial – aqueles com idade entre 18 e 31 anos – representam um dos maiores desafios aos gerentes de TI, segundo uma pesquisa realizada pela agência de empregos Atlantic Associates.

O levantamento, que ouviu mais de cem executivos de Massachusetts, revelou que 50% deles consideram os jovens entre 18 e vinte e poucos anos a geração mais difícil de gerenciar. A chamada geração Xers (de profissionais com entre 32 e 42 anos) ficou em segundo lugar, com 17% das respostas.

Jack Harrington, co-fundador e presidente da Atlantic Associates, diz que o problema entre empregadores e a jovem geração de empregados se deve à criação e vida fácil que as crianças nos Estados Unidos têm atualmente. “As empresas estão enfrentando problemas de retenção, e não de contratação”, explica. Por exemplo, muitos dos trabalhadores jovens já chegam querendo um escritório individual e salários acima daqueles iniciais.

“Os Millenials estão chegando com altas expectativas e se desiludem com a realidade do local de trabalho. Eles acham que deveriam ser premiados e começar do alto, quando todos nós sabemos que é preciso construir o caminho. Eles foram criados para serem sempre recompensados e quando chegam ao mercado de trabalho, vêem que as regras são um pouco diferentes”, diz Harrington.

Por outro lado, as idéias dos Millenials influenciam positivamente os ambientes de trabalho. Eles esperam, por exemplo, que seus empregadores tenham responsabilidade social e participem de atividades de filantropia. “E isso é bom”, afirma o especialista.

Se quiserem alcançar um bom equilíbrio profissional, os Millenials precisarão mudar um pouco suas idéias, mas o ambiente de trabalho também mudará o apelo para esses profissionais, bastante procurados hoje em dia.

Os executivos entrevistados dizem que o baixo índice de formandos em TI e as reduzidas taxas de desemprego fazem da tarefa de contratar e reter candidatos qualificados um dos maiores desafios para este ano. Para  23% dos executivos entrevistados, reter os profissionais já existentes é a maior preocupação para 2008, enquanto 22% disseram ter dificuldades para encontrar novos trabalhadores qualificados.

Muitos dos executivos disseram que os salários desses jovens devem aumentar por conta da alta na demanda. Cerca de 45% dos entrevistados acreditam que os salários crescerão, inclusive, para os profissionais de TI sem certificações. Esta, aliás, é outra preocupação dos empregadores: treinar suas equipes. Cerca de 33% dos ouvidos pela Atlantic têm como prioridade o treinamento de seus profissionais em novas tecnologias. O treinamento está entre as três principais prioridades de 68% dos entrevistados.

Junte-se a nós e receba nossas melhores histórias de tecnologia. Newsletter Newsletter por e-mail