Home > Tendências

Já são 2 bilhões de mensagens de negócios via chatbots no Facebook

E há um enorme potencial para os negócios garantirem uma rápida resposta às solicitações dos clientes por meio dos chats

Da Redação

08/05/2018 às 9h30

chatbot_1081264862.jpg
Foto:

Há cerca de dez anos era impensável um consumidor conversar com um robô para realizar a compra de um produto, solicitar pedidos de um serviço ou fazer uma reclamação via aplicativo de mensagem. De acordo com o Facebook IQ, hoje são mais de 2 bilhões de mensagens relacionadas a negócios enviadas através de chats por meio do Facebook Messenger. O relatório conclui que a Inteligência Artificial (IA) está sendo usada nos negócios com alta frequência, junto com os chatbots, mudando a interação entre clientes e provedores de serviços.

“É natural que as pessoas estejam abertas a interagir nesses canais por causa das facilidades que eles representam no dia a dia. Automatizar esse atendimento é importante para trazer agilidade, mas a conversa com um bot também pode ser frustrante, por isso, mais do que construir um chatbot, é preciso preparar muito bem. Precisamos ficar atentos porque as pessoas querem ter a mesma experiência que teriam se fossem atendidas por humanos”, explica Roberto Oliveira, CEO e co-fundador da Take. 

figura1

O levantamento da InsideSales e Harvard Business Review também demonstra que há um enorme potencial para os negócios garantirem uma rápida resposta às solicitações dos clientes por meio dos chats. A pesquisa informa que o melhor tempo para uma resposta é de cinco minutos. Além disso, um atraso de dez minutos a uma resposta reduzirá as chances de obter um contato efetivo no futuro em até 400%.

figura2

Os resultados da pesquisa do Global Human Capital reforçam que a demanda por chatbot vai aumentar nos próximos anos. Segundo os dados, 41% dos CEO afirmaram já ter implementado chatbots ou pretendem implementar tecnologias cognitivas de IA em um futuro próximo. Outros 34% dos entrevistados trabalham em protótipos-piloto para atender essa demanda. 

Mercado de chatbot 
No Brasil, o potencial para o crescimento do mercado de chatbots é grande. Segundo uma pesquisa da Opinion Box, em parceria com a Take, a maioria dos consumidores brasileiros (40%) prefere se comunicar com as empresas por meio de mensagens de texto, enquanto 30% optam por voz e outros 30% por conversas presenciais. No entanto, 70% dos entrevistados se dizem dispostos a interagir por aplicativos como Facebook Messenger e WhatsApp. 

“O crescente uso de aplicativos de mensagens tem modificado a relação entre as marcas e clientes impulsionado a adoção dos chatbots, robôs capazes de interagir via chat no atendimento ao cliente. Só no Brasil, a Take, pioneira no mercado mobile e criadora da plataforma BLiP, que permite desenvolver chatbots, já registrou a troca de quase dois milhões de mensagens nesses novos canais em apenas uma semana”, finaliza Oliveira.

chatbot

Junte-se a nós e receba nossas melhores histórias de tecnologia. Newsletter Newsletter por e-mail