Home > Gestão

ITIL:Oportunidade para o Brasil

Com reconhecimento da importância de adotar as melhores práticas para o gerenciamento de serviços de TI, o Brasil se torna potencial exportador de mão-de-obra

ComputerWorld

15/02/2008 às 19h20

Foto:

Há cerca de cinco anos o mercado brasileiro descobriu que existe o ITIL (Information Technology Infrastructure Library). De lá pra cá, o framework de melhores práticas para o gerenciamento de processos de TI só fez avançar no País, mais até do que em alguns países desenvolvidos, como os Estados Unidos.

Sergio Rubinato Filho, presidente do itSMF no Brasil, explica que os CIOs entendem que já não se pode mais olhar para o ITIL como algo passageiro. "Hoje existe uma grande pressão pela melhoria dos serviços e por mais eficiência de custos. Isso fez com que os executivos de TI olhassem com mais cuidado e calma para a importância de ter processos em ordem", afirma Rubinato.

"Para coroar a seriedade e relevância do ITIL, em dezembro de 2005, ele se tornou padrão internacional de qualidade (ISO 20.000) e foi reconhecido como sendo o meio mais adequado de gerir a TI", destaca.

Com isso as empresas prestadoras de serviços de tecnologia da informação passaram a buscar certificações locais em suas áreas de atuação – e isso significa, para muitas delas, o Brasil. Para dar uma idéia do avanço do ITIL, em agosto de 2005, havia apenas 145 afiliados ao itSMF no País. Hoje são mais de 670 (veja localização desses afiliados no gráfico).

O Brasil, como fornecedor de mão-de-obra em TI, precisa qualificar seus profissionais. E vem fazendo isso com sucesso. "Somos vistos como uma fonte de mão-de-obra qualificada. Temos as melhores práticas", assegura Rubinato.

Segundo ele, são atualmente no País mais de 10 mil profissionais certificados. A certificação e especialização dos profissionais brasileiros é condição essencial para que o País se firme como provedor de serviços e concorra em pé de igualdade com outras economias.

Há muito se sabe que a Índia é especializada e lidera o mercado de fornecedores de mão-de-obra para desenvolvimento de software. Quando o assunto é a gestão de serviços de TI, por conta de questões culturais, a Índia não consegue o mesmo bom desempenho, deixando para países como o Brasil a excelente oportunidade de negócios.

"Existe um mercado gigantesco em TI. A Índia encontrou o espaço dela e o explorou muito bem. Agora cabe ao Brasil tirar proveito da boa qualidade de seus serviços", destaca Rubinato. "O Brasil olhou mais agilmente para essa oportunidade e agora começa a estabelecer seu espaço", completa.

Junte-se a nós e receba nossas melhores histórias de tecnologia. Newsletter Newsletter por e-mail