Home > Tendências

Operadoras registram salto de 90% no tráfego Ethernet

Mudanças feitas pelas operadoras para simplificar redes devem dar origem a um mercado aquecido de roteadores IP e switches Ethernet

Redação do COMPUTERWORLD

10/01/2008 às 12h19

Foto:

Um estudo realizado pela Infonetics Research para determinar os planos de evolução de rede e demandas de roteadores e switches pelos provedores de serviços na América do Norte, Europa e região da Ásia/Pacífico revelou que as empresas focam suas atenções nos recursos do padrão Ethernet.

Na medida em que as operadoras transformam suas redes a fim de simplificar as suas camadas e construir infra-estruturas de melhor custo-benefício, uma nova camada para transporte óptico deve surgir. De acordo com o estudo, essa nova camada será uma combinação de transporte por pacotes Ethernet-WDM com capacidades de circuito via túneis de transporte Ethernet, também conhecidos como COE, ou Connection Oriented Ethernet.

A camada de serviço acima do transporte Ethernet-WDM será simplificada para IP/MPLS/Ethernet, e as operadoras reduzirão gradualmente a sua dependência dos transportes SONET e SDH, bem como nas camadas de serviços ATM. Ao mesmo tempo, elas aumentarão o uso de camadas de transporte e serviços Ethernet. Isso significa o surgimento de um mercado de roteadores IP e switches Ethernet para operadoras, de acordo com o estudo.

“As tecnologias de transporte por túneis COE Ethernet, como a T-MPLS e a PBT, estão vivenciando alta na adoção por conta da facilidade de seu desenvolvimento. Elas também devem se tornar peça fundamental para as camadas de serviço e transporte óptico, já que permitem a retirada do SONET/SDH e a instalação de switches Ethernet na substituição de alguns roteadores”, explica Michael Howard, analista da Infonetics Research.

“Como resultado, as vendas de roteadores e switches Ethernet para operadoras devem continuar fortes conforme o tráfego de Ethernet e IP/MPLS continua crescendo”, completa.

O estudo da Infonetics ainda revelou que a maior penetração da banda larga, aumentos no uso dea largura de banda e a crescente adoção de serviços de IPTV, triple e quadruple play também levarão ao crescimento do tráfego de Ethernet e IP/MPLS nos próximos três a cinco anos.

Os provedores de serviços revelam aumentos entre 90% e 100% no tráfego Ethernet de suas redes entre 2006 e 2007, e entre 70% e 80%, no IP/MPLS, de acordo com o estudo.

Cisco, Juniper e Alcatel-Lucent foram as marcas de roteadores em uso mais citadas pelos entrevistados em 29 operadoras da América do Norte, Europa e Ásia/Pacífico.

Além disso, o estudo indica que todas as empresas ouvidas possuem redes IP/MPLS, 90% têm metro Ethernet, 86% provêem acesso por banda larga, 76% entregam conexões ATM, 66% oferecem frame relay e 55%, infra-estrutura de redes móveis.

Junte-se a nós e receba nossas melhores histórias de tecnologia. Newsletter Newsletter por e-mail