Home > Tendências

30% das empresas de logística espanholas usam RFID

Estudo da IDTrack com a IBM também apurou que 83% das companhias que usam estão satisfeitas com os benefícios pela tecnologia de identificação por radiofreqüência

ComputerWorld

20/12/2007 às 13h08

Foto:

A adoção das tecnologias de identificação por radiofreqüência (RFID) está se tornando mais popular nas empresas de distribuição e logística na Espanha, segundo o estudo da IDTrack em parceria com a IBM chamado “Estado Atual do RFID”.

Do total de empresas entrevistadas, 30% já implementou tecnologias RFID e 83% se mostra satisfeita com os resultados obtidos desta implantação. De acordo com o informe, o alto grau de satisfação percebido, junto com o feito da maior parte dos entrevistados (cerca de 50%) iniciaram estes projetos há três anos, indica que a tecnologia alcançou um nível de maturidade.

Em relação ao grau de maturidade da tecnologia, 50% dos entrevistados têm uma solução RFID aplicada à gestão de etiquetas, embora a tendência seja incorporar estas tecnologias em lotes de produtos e, também as unidades em alguns casos.

Para as empresas que participaram do informe, a principal vantagem do RFID é dispor de mais controle do processo de distribuição dos produtos, com 58,1% das respostas.

Em segundo lugar, a tecnologia reduz erros na informação dos produtos (em uma taxa de 32,3%) e identifica da forma individual cada unidade (25,8%). Um maior controle na qualidade dos produtos e a facilidade de leitura das etiquetas como o código de barras, são outras vantagens que trazem o RFID.

No entanto, ainda há um bom trecho de caminhada. Dos respondentes, 28% afirmam que não conhecem e não sabem no que consiste o RFID. Assim mesmo, cabe assinalar que, entre os inibidores, destacam-se o alto investimento necessário para a implementação e

Junte-se a nós e receba nossas melhores histórias de tecnologia. Newsletter Newsletter por e-mail