Fazer login no IT Mídia Redefinir senha
Bem-vindo de volta,
Digite seu e-mail e clique em enviar
Ainda não tem uma conta? Cadastre-se
Salvar em Nova pasta de favoritos

+

Criar pasta
Salvar Escolher Pasta
Ex-CTO da Motorola assume posto na Cisco
Home > Carreira

Ex-CTO da Motorola assume posto na Cisco

Na Cisco, o trabalho de Warrior será detalhar a estratégia de tecnologia em busca de novas oportunidades e parcerias, disse a executiva em uma entrevista ontem (04/12)

IDG News Service

05/12/2007 às 12h42

Foto:

Padmasree Warrior, que renunciou ao cargo de chief technology officer (CTO) da Motorola nessa semana, vai assumir um cargo na Cisco Systems, de acordo com a fabricante de equipamentos de rede.

A executiva vai se tornar a primeira CTO da Cisco desde que Charles Giancarlo alterou o título desse cargo para chief development officer  em 2005, em uma reorganização da administração da empresa. A Cisco não informou quando ela começará o novo trabalho. Warrior, de 47 anos, vai se reportar diretamente ao CEO John Chambers.

O movimento fez com que a executiva deixasse uma companhia que vive um turbilhão dentro do mercado de produtos de consumo para outra que já domina vários mercados e se expande rapidamente para outros. Sua saída da Mortorla aconteceu apenas dias depois da companhia de celulares informar que irá substituir o CEO Ed Zander a partir de 1 de janeiro por Greg Brown, hoje diretor de operações.

A Motorola perdeu 94% do lucro no último balanço trimestral e recentemente passou à terceira posição no ranking de vendas de celulares, deixando o segundo lugar para a Samsung.

Apesar da posição confortável da Cisco no mundo, entretanto, no Brasil a empresa enfrenta um processo de investigação por participação em um suposto esquema fraudulento de importação de equipamentos. O processo fez com que a companhia decidisse, recentemente, demitir o executivo que a trouxe ao País, Carlos Carnevali.

Na Cisco, o trabalho de Warrior será detalhar a estratégia de tecnologia da companhia em busca de novas oportunidades e parcerias, disse a executiva em uma entrevista ontem (04/12).

"Não há falta de oportunidades para uma companhia como a Cisco crescer", disse ela. "Uma das primeiras coisas nas quais teremos de trabalhar é na priorização de oportunidades", acrescentou.

Ao contratar Warrior, a Cisco conquista um talento importante para a tendência futura de mobilidade on demand, diz o analista Chris Silva, do instituto Forrester Research. Cisco, Motorola e Nortel estão à frente dessa tendência, na busca pela intersecção entre WiFi, WiMax e a infra-estrutura de telefonia móvel.

Stephen Lawson-IDG News Service, EUA

Vai um cookie?

A CIO usa cookies para personalizar conteúdo e anúncios, para melhorar sua experiência em nosso site. Ao continuar, você aceitará o uso. Para mais detalhes veja nossa Política de Privacidade.

Este anúncio desaparecerá em:

Fechar anúncio

15