Home > Gestão

PF diz que multa à Huawei é de R$ 57,11 mil

Ação que descobriu 73 chineses atuando de forma ilegal no País resultou ainda na prisão de três profissionais em flagrante na companhia

Redação do COMPUTERWORLD

29/11/2007 às 12h57

Foto:

A Polícia Federal em São Paulo, por meio da Delegacia de Polícia de Imigração, concluiu investigação em que flagrou 73 chineses trabalhando na Huawei, empresa de equipamentos para telefonia, com sede na zona sul de São Paulo.

Dos 73 chineses, 50 estavam com visto de negócios, que é concedido ao estrangeiro que viaja ao Brasil, sem remuneração no território nacional, para reuniões, assinatura de contratos, visita a empresas, controle financeiro ou administrativo, compra de produtos, prospecção comercial, filmagem, adoção internacional ou expositores. Os outros 23 estavam com a situação regular.

Os estrangeiros que possuíam vistos de negócios tiveram o prazo de permanência reduzido e ao fim deste deverão deixar o país. Caso isso não ocorra, eles serão notificados a deixar o país em até oito dias sob pena de multa. A empresa será autuada em 2.483,25 reais por estrangeiro em situação irregular, o que totaliza 57,11 mil reais.

Três pessoas também foram presas em flagrante. A ação ocorreu na região da Avenida Luiz Carlos Berrini, zona sul de São Paulo, na companhia investigada por trazer estrangeiros para trabalharem no país sem o visto necessário.

Os responsáveis pela empresa, também chineses, foram presos em flagrante, e estão sujeitos a penas que variam entre dois a seis anos de prisão pelos crimes de sonegação previdenciária e frustração de direitos trabalhistas.

Com informação da PF

Junte-se a nós e receba nossas melhores histórias de tecnologia. Newsletter Newsletter por e-mail