Home > Carreira

Mais da metade dos profissionais valorizam seus superiores

O nível de satisfação entre seis países do mundo é menor no Brasil. Pelo menos é o que mostra pesquisa realizada pela Kenexa Research, que ouviu mil profissionais

IDG News Service

19/11/2007 às 13h32

Foto:

Mais da metade dos trabalhadores (54%) tem opiniões favoráveis sobre seus chefes, os superiores seniores, segundo pesquisa realizada pelo insituto Kenexa Research que ouviu mil trabalhadores em seis países. No entanto, os critérios variam consideravelmente de uma nação para outra.

A pesquisa foi realizada no Brasil, China, Alemanha, Índia, Reino Unido e Estados Unidos e revela que os brasileiros e britânicos são os menos satisfeitos.

Entre os indianos entrevistados, 68% manifestaram ter uma visão favorável dos chefes, porcentagem que entre os brasileiros e britânicos cai para 47%. Na China, EUA e Alemanha, as porcentagem de satisfação são, respectivamente, de 56%, 55% e 50%.

Enquanto os indianos valorizam em seus líderes principalmente a rápida resposta às oportunidades de mercado e as características cmopetitivas, os brasileiros dão importância ao cuidado do serviço ao cliente e a transparência sobre a direção corporativa.

Os alemães, por sua vez, esperam dos superiores a promoção de idéias inovadoras e o esforço para melhorar a qualidade dos produtos e serviços da empresa.

Os chineses adotam critérios mais individuais, como o de seus líderes que mostrem o futuro promissor na organização e que esta seja capaz de criar produtos e serviços de mais qualidade que seus competidores.

O critério com que se importam os norte-americanos é o esclarecimento sobre as questões e problemas da empresa e a pronta resolução dos problemas para os clientes.

IDG Espanha

Junte-se a nós e receba nossas melhores histórias de tecnologia. Newsletter Newsletter por e-mail