Home > Tendências

Claro está pronta para lançar terceira geração em 6 capitais

Sem o aval da Anatel, operadora promete lançar serviço 'no dia seguinte' à autorização

Taís Fuoco, do COMPUTERWORLD

23/10/2007 às 12h40

Foto:

A Claro está pronta para lançar a terceira geração de telefonia móvel em seis capitais do País, mas ainda não conseguiu o aval da Agência Nacional de Telecomunicações (Anatel) à operação de suas estações radiobase.

Segundo o presidente João Cox, que já havia alertado para a dificuldade junto à Anatel na Futurecom 2007, "a rede está pronta. Se a Anatel autorizar, lançamentos amanhã", disse aos jornalistas.

As seis capitais, segundo informações que circulam no mercado, seriam São Paulo, Rio, Belo Horizonte, Porto Alegre, Recife e Fortaleza. A empresa não nega nem confirma.

Cox ressaltou que a companhia "não vai recorrer à Justiça porque acha que não é necessário". Para ele, "quando o governo achar que deve, ele vai autorizar. A obrança deve partir do cidadão".

Segundo o executivo, quando os clientes da Claro começaram a migrar do padrão TDMA para o GSM, a faixa de 850 MHz começou a ficar "pouco utilizada". "A Claro tem consciência de que freqüência é um bem público e, por isso, tem de ser bem gerido, bem administrado".

Ele afirma que a Claro decidiu investir para levar serviços de terceira geração na parte ociosa da rede. "Não estamos aqui para fazer especulação imobiliária com a freqüência", disse ele.

O executivo, entretanto, não informou qual será a estratégia da companhia para lidar com a demora, já que a Anatel informou semana passada que irá abrir uma consulta pública para editar uma resolução que permita o uso da faixa de 850 MHz na terceira geração.

Dessa forma, a autorização pode não sair antes do leilão de 3G, marcado para 18 de dezembro, o que pode tirar parte da vantagem competitiva da Claro, que pensava em chegar antes ao mercado. A Telemig Celular enfrenta o mesmo problema, como informado por seu presidente, André Mastrobuono, na Futurecom 2007.

Junte-se a nós e receba nossas melhores histórias de tecnologia. Newsletter Newsletter por e-mail