Home > Carreira

Como detectar um complô contra você

Sentindo-se sem controle? Conheça cinco sinais típicos de que pode haver uma armação contra você

C.G. Lynch

27/08/2007 às 13h09

pontequebrada_126x100.gif
Foto:

Você é um CIO que tem sentido dificuldades no escritório? Sente-se como se as pessoas obrigatoriamente te dedicassem algumas horas do dia, mas sem levá-lo a sério? Isto possivelmente significa que você está no meio de uma crise de liderança. Abaixo, seguem cinco sinais de que você pode estar no meio de um complô. Alguns destes indicativos podem parecer óbvios, mas recrutadores e coaches não os mencionariam se eles não fossem ignorados com freqüência. É importante também observar que estes sintomas normalmente aparecem em companhias que passaram, recentemente, por alguma grande mudança. Durante um período tumultuado assim, dizem os recrutadores, sempre haverá os que vestem a camisa e os desertores. E seu objetivo deve ser o de reter quantos puder para formar um grupo que manterá tudo em funcionamento.

1 – Você não acompanhar a troca de e-mails
Se você tiver de se esforçar para acompanhar uma série de e-mails, isso é uma indicação clara de que algo está errado, afirma Shawn Banerj, recrutador executivo da Russell Reynolds Associates. “Você pode estar constantemente atrasado em trocas de mensagens essenciais de que deveria estar a par, e isso não é bom”, diz.

2 – O segundo na linha de comando de TI vem se reunindo com a diretoria
Mesmo que você esteja ciente de que o seu segundo no comando está em constantes reuniões com as pessoas de negócio, discutindo um projeto crítico, as conversas e trocas de informação não devem excluir os demais, principalmente porque o número dois pode ganhar notoriedade e confiança. "Tudo começa como uma relação normal de trabalho", alerta Karen Rubenstrunk, da Korn/Ferry International. "Depois de um tempo, ele [número 2] passa a ganhar credibilidade para questionar e plantar sementes de dúvida quanto à sua capacidade".

3 – Enquanto você está fora, o jogo continua muito bem
Como CIO, você precisa dar poderes ao número dois para que ele tome decisões enquanto você está fora. Mas, o que era apenas um sólido plano de sucessão pode se transformar se um ambicioso tenente quer tentar uma estratégia para encurtar o caminho até o seu cargo. "Você deve saber o que está acontecendo pelas suas costas", diz Banerji. Uma das maneiras de fazer isto é demandar relatórios detalhados de tudo o que é conversado e acordado. Além disso, não dispense as conversas de corredor com os diretores. Eles podem te deixar a par de alguns detalhes omitidos por interesse. "Agindo assim, você terá um canal aberto de comunicação", diz Patricia Wallington, ex-CIO da Xérox, que agora ministra palestras para executivos e gerentes.   

4 – Um candidato à vaga de TI tem qualificações para ser CIO de qualquer empresa
Já que TI é uma das partes mais importantes de uma empresa, você deve redobrar a atenção quando o departamento de recursos humanos jogar no seu colo um candidato que, visivelmente, poderia ser o CIO em qualquer outra companhia do tamanho da sua. "A pior coisa é sentir-se substituído", diz Banerj, que complementa dizendo que tais ofertas geralmente ocorrem quando o CIO está na mesma companhia de cinco a dez anos. Qualquer um, claro, ficaria na defensiva.

5 – Você ignora você mesmo
De acordo com Martha Heller, coach da ZRG, muitos CIOs temem a substituição achando que suas opiniões já se tornaram marginalizadas pelo tempo. "As pessoas têm rejeitado as próprias idéias, às vezes sem qualquer razão boa", ela diz.

Existe um complô? Leia também "Há um complô contra você. O que fazer sobre isso?"

Junte-se a nós e receba nossas melhores histórias de tecnologia. Newsletter Newsletter por e-mail