Home > Gestão

Eletrobrás elimina spams

Companhia reduz em 94% as mensagens indesejáveis e em 25% os custos operacionais

CIO

14/08/2007 às 11h39

Foto:

A Eletrobrás, que fornece 39% do total de energia do País e abriga as empresas Itaipu Binacional, Furnas, Chesf, Eletrosul, Eletronorte, CGTEE e Eletronuclear, conseguiu reduzir em 94% o total de spams recebidos diariamente nas três mil caixas postais em funcionamento.
“Precisávamos incorporar cada vez mais servidores e mais capacidade nos links de acesso à internet para atender ao tráfego crescente, que nem sempre resultava em mensagens legítimas para os negócios”, conta Alexandre Faustino, coordenador do grupo de correio e colaboração eletrônica da Eletrobrás.
A estimativa é de que das 200 mil mensagens recebidas, 180 mil eram spams. Com tal cenário, a área de TI da holding foi procurar no mercado uma solução compatível. O escolhido foi o IronPort Systems, que começou com um projeto-piloto em maio de 2006. “Precisávamos de uma solução que tivesse ótimos filtros de reputação, grande capacidade de processamento de mensagens, baixo índice de falso positivo, facilidade de uso e configuração e também relatórios que nos permitissem acompanhar o fluxo das mensagens”, detalha Faustino.
Já na primeira semana de uso, o número de mensagens legítimas recebidas caiu para 6% do total anterior, ou seja, 12 mil mensagens válidas por dia. Além disso, a companhia também conseguiu reduzir os custos com investimentos em infra-estrutura, com a administração da plataforma de e-mail e ainda obter uma maior disponibilidade da rede corporativa. “Conseguimos reduzir nosso custo operacional em 25%”, revela Faustino.

Junte-se a nós e receba nossas melhores histórias de tecnologia. Newsletter Newsletter por e-mail